// Poder

Vereador de Anápolis quer porte de armas para atirador desportivo e caçador

Suender Silva (PRTB) é Policial Federal e justifica que em pelos 22 estados já se permite porte de armas de fogo para os chamados CACs

Em

Foi lido em plenário, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Anápolis da última segunda-feira (9), projeto de lei do vereador Policial Federal Suender (PRTB), que autoriza o porte de armas de fogo para atirador desportivo e caçador, os chamados CAC’s, integrantes de entidades legalmente constituídas, de acordo com lei federal específica.

Ao apresentar o projeto, o vereador traz para Anápolis um debate que já acontece nas assembleias legislativas, inclusive na de Goiás. Suender pede o reconhecimento do porte de armas para os caçadores e atiradores desportivos já que a atual legislação prevê que os CAC’s tenham apenas a posse .  O porte é restrito ao deslocamento aos locais de treino e caça, que deve ser acompanhado de documentação especial expedida pelo Exército.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

No texto da matéria, o vereador de Anápolis relata que “colecionadores, caçadores e atiradores desportivos não possuem atualmente direito a um meio de defesa em caso de serem, eles mesmos e inclusive membros das suas famílias, atacados fisicamente, roubados e até sequestrados, com o intuito de subtrair seus armamentos utilizados na prática do desporto”.

LEIA TAMBÉM

• Veja os compromissos goianos do final de semana no Brasileirão• Vídeo: Três ficam feridos após ambulância do Samu bater em caminhão• Maquiadora e influencer goiana que zombou de vagas para autistas é indiciada

O projeto que foi aprovado na Assembleia Legislativo de Goiás (Alego), é do deputado estadual Eduardo Prado (Patriota). Depois de aprovado pela Casa, a proposta foi vetada pelo Executivo. O veto agora está sendo analisado pelos parlamentares do Poder. De acordo com levantamento do deputado, Goiás em mais de 50 mil atiradores registrados no Exército Brasileiro.

Tags: