Jornal Diário do Estado

// Poder

Vitor Hugo seguirá exemplo de Kajuru e se candidatará a vereador, mas de olho no Senado

Em

Não há mais segredo: o ex-deputado federal e candidato derrotado a governador de Goiás em 2022 Major Vitor Hugo está definido como candidato a vereador em Goiânia, nas eleições do ano vindouro. Vitor Hugo vai tentar repetir a trajetória de Jorge Kajuru, que ganhou como o mais votado para a Câmara Municipal em 2016 e dois anos depois concorreu e arrebatou uma vaga no Senado Federal, mesmo objetivo do Major para 2026.

Quem deu a notícia, como se sabe, foi o ex-presidente Jair Bolsonaro, durante uma das suas entrevistas no último fim de semana de passeio por Goiânia. “O sr. me entregou, presidente”, brincou Vitor Hugo, ao lado do Jair naquele momento. Com essa revelação, o sonho dourado do prefeito de Anápolis Roberto Naves, que planejava contar com o Major como seu sucessor de estimação, virou fumaça.

Desfeitas as dúvidas, a pergunta que não quer calar é se o projeto eleitoral do ex-deputado tem futuro? Em 2022, ele conseguiu apenas 117 mil votos na capital, contra 237 mil de Gustavo Mendanha e 332 mil faturados pelo governador Ronaldo Caiado. É provável que, saindo para caminhar por bairros populosos como os da região Noroeste, sequer venha a ser reconhecido. Além disso, seu sotaque carioca, que carrega nos esses chiados herdados da colonização portuguesa, espanta os interlocutores e gera desconfiança quanto a alguém que é descaradamente um não-goiano.

Mesmo assim, potencial para arrebatar um mandato na Câmara Municipal ele tem. A questão é que isso é insuficiente porque, para se cercar de notoriedade e aparecer como um nome viável para disputar o próximo pleito majoritário estadual, é crucial atrair um caminhão de votos, não apenas o 1º lugar, mas, a se basear no exemplo de Kajuru, conquistar no mínimo 5% dos sufrágios das goianienses e dos goianienses. Kajuru teve 5,65% ou um total de quase 38 mil votos para vereador, formando um belo capital político que o ajudou a ascender ao Senado.

Tags: