Jornal Diário do Estado

Com apenas 46,74% de goianos imunizados, vacinação contra a Influenza é prorrogada

Expectativa é que o estado receba mais de 300 mil doses do Ministério da Saúde, de acordo com a SES-GO 

A campanha nacional de vacinação contra a Influenza e a covid-19 foi prorrogada. A decisão da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) tem o objetivo de ampliar a cobertura vacinal, já que apenas 46,74% da população aderiu à imunização. No ano passado, a campanha foi estendida até agosto, o que também pode acontecer este ano. A previsão era que o encerramento seria nesta quarta-feira, 31.

Em nota enviada ao Diário do Estado, a pasta explica que a medida valerá “enquanto durarem as doses da vacina em estoque”. O balanço mais recente indica que foram distribuídas 2,2 milhões de doses aos munícipios e a expectativa é que Goiás receba mais 300 mil doses do Ministério da Saúde. No dia 6 de maio, a vacinação contra a Influenza foi liberada para toda a população a partir de seis meses de vida.

A chamada Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) já foi o motivo de 341 óbitos em Goiás e, conforme dados da SES-GO. Mais de 4 mil casos foram registrados no estado até este mês de maio. As baixas temperaturas, umidade e o inverno são razões que preocupam as autoridades e  saúde em relação ao alto índice e óbitos. Outro ponto que gera preocupação é a circulação de fake news sobre a imunização, fator que diminui significativamente a procura.

Estatística

Na capital goiana, 42,76% do público-alvo foi imunizado, conforme dados do boletim divulgado pela SES-GO. Houve registro de 63 casos de Srag que progrediram da Influenza em Goiânia, sendo cinco com complicações que resultaram em óbito. A maioria das vítimas sofria com alguma comorbidade, como problemas cardiovasculares e diabetes. Em Goiás, foram totalizados 554,5 mil cidadãos prioritários e apenas 198,5 mil foram vacinados, representando 46,89%, segundo a nota enviada pela Secretaria.

Somente o estado do Amapá havia atingido a cobertura vacinal superior a 75%, registrando 86,9% de vacinados, conforme dados do Ministério da Saúde. Além de Goiás, outros 18 estados também estavam com a cobertura vacinal baixa, entre 25% e 49,9%.

Campanha

Devido ao aumento dos casos de gripe em Goiás, a campanha de vacinação de Influenza foi antecipada para o dia 4 de abril. Inicialmente, a imunização não aconteceu em ampla escala, sendo destinada apenas para o público-alvo (crianças, gestantes, puérperas, idosos, indígenas, professores e profissionais da área da saúde). Os imunizantes estão disponíveis em diversas unidades de saúde espalhadas pelos municípios.