Com preço menor nas refinarias, diesel pode cair até R$ 0,18 nos postos de Goiás

Reajuste para baixo deve chegar a todos os postos do estado em até uma semana. Medida anunciada pela Petrobras começa a valer nesta sexta-feira, 5 

Pela primeira vez em mais de um ano, o preço do litro do diesel vai ficar mais barato. O consumidor final em Goiás deve ter um alívio de até R$ 0,18, se a queda ocorrer em toda a cadeia produtiva, que termina com a venda em 1.860 postos no estado, sendo 300 apenas em Goiânia. Estima-se que a média nacional do combustível caia dos atuais R$5,61 para R$5,41. A medida anunciada pela Petrobras, de menos R$0,20 para as refinarias, entra em vigor em todo o país a partir desta sexta-feira, 5.

O anúncio surge após a segunda queda de preço promovida pela empresa para a gasolina em menos de 10 dias e que em Goiás pode ter chegado a R$5,56. O valor oficial da cobrança nos postos deve ser informado amanhã em uma relatório semanal produzido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Com a redução dos preços nas refinarias, o tradicional patamar de custo do litro do diesel deve voltar a ser menor que o da gasolina. 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A fórmula para o cálculo não é tão simples porque envolve diversas variáveis. Parte delas considera as volatilidades do mercado, como explica o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado (Sindiposto), Márcio Andrade. Ele afirma que no caso do diesel, o “desconto” pode não ser integral devido a um aumento recente no biodiesel. Desde o ano passado são acrescentados cerca de 10% desse combustível no diesel.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, literatura ganha impulso com redes sociais e adaptações de TV e cinema• Ciclovia entre campus da UFG deve reforçar mobilidade com integração de modais• Dia dos Pais: movimento em bares e restaurantes deve aumentar 30%

“Os preços são livres em toda a cadeia. Não é um produto tabelado que baixou e todos são obrigados a fazer o repasse integralmente. O aumento do biodiesel pode influenciar na porcentagem de aplicação da redução do preço pelas distribuidoras. Além disso, o mercado está em constante movimento e também considera a concorrência”, detalha.

Desde julho do ano passado, os aumentos sobre o diesel causaram reação de caminhoneiros de todo o País e ajudaram a encarecer alimentos e produtos transportados por esse modal. A última queda de preço do litro foi em maio, quando custava R$ 2,76 e foi para R$ 2,71.

A Petrobras defendeu por meio de nota à imprensa que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. “Essa redução acompanha a evolução dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da Petrobras”, informaram.

Na semana passada, a empresa fez um corte de R$ 0,15 sobre a gasolina para as refinarias. Se o preço médio tiver sido de R$5,56 em Goiás, esse será o menor valor pago pelo consumidor final desde março de 2021. Naquele mês, a cobrança pelo litro no estado era de R$5,76 sendo que no mês anterior foi de R$5,08, de acordo com a Síntese dos Preços Praticados no Brasil da Agência Nacional do Petróleo (ANP). 

Tags: