Com VAR, Atlético vence o Goiás pelo jogo de ida da final

No Antônio Accioly, rivais fazem jogo quente e Dragão vence por 1x0

Pelo jogo de ida da final do Campeonato Goiano de 2022, deu Atlético contra o Goiás neste sábado (26). No Estádio Antônio Accioly, o Dragão derrotou o Verdão por 1×0, com gol de pênalti de Marlon Freitas, e conseguiu uma vantagem no primeiro capítulo da decisão estadual. O confronto de volta acontecerá no próximo sábado (2), às 16h30, na Serrinha.

Um jogo quente entre Atlético e Goiás

Logo nos primeiros minutos do clássico, uma notícia ruim para o Goiás. O atacante Vinícius, um dos mais eficientes jogadores alviverdes da temporada, sentiu lesão e precisou ser substituído. O seu suplente, Apodi, entrou bem na partida, mas o Verdão perdeu uma parte importante de seu poderio ofensivo.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Além do mais, os visitantes também estavam jogando sem Elvis e Nicolas, outros dois atletas importantes para a equipe. Com esse cenário, o Atlético tentou aproveitar. O primeiro tempo teve poucos lances de grande relevância, mas no segundo tempo isso mudou.

LEIA TAMBÉM

• Goiás confirma primeiro caso de varíola dos macacos em crianças• Bolsonaro tem agenda em Goiânia na quarta-feira, 24• Perillo reage a Baldy em fala sobre impugnação de candidatura

Aos dez da etapa final, Wellington Rato recebeu ótimo passe de Léo Pereira. Ao tentar driblar Tadeu, ele caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Pela primeira vez na tarde, o VAR precisou entrar em ação, analisando um possível impedimento, além da penalidade. O juiz não enxergou nenhuma das infrações e mandou o jogo seguir.

Atlético-GO x Goiás Goianão de 2022
Foto: Walter Peixoto

Sete minutos depois, mais um lance polêmico. Wellington Rato partiu em velocidade e Reynaldo derrubou o rubro-negro. A princípio, o árbitro apresentou o cartão amarelo. Em análise no VAR, ele trocou pelo vermelho e expulsou o zagueiro esmeraldino.

Com isso, o Atlético foi ainda mais para cima do Goiás. Martelou e martelou até que Yan Souto derrubou Jorginho na área e o árbitro marcou penalidade máxima. Desta vez, houve a cobrança e Marlon Freitas bateu com categoria para colocar o Dragão na frente.

A vantagem poderia ter sido ainda maior nos acréscimos, mas Jorginho perdeu um gol inacreditável, praticamente debaixo das traves. Ainda assim, o Atlético sustentou o placar e ganhou o clássico. No jogo de volta, o Goiás precisará vencer por pelo menos um gol de diferença para levar a peleja aos pênaltis.

Tags: