Condenado por estuprar mais de 100 mulheres é recapturado no Pará

Com pena de 196 anos de prisão, Wanderson Alves Carvalho, o Dentinho, fugiu dia 17 de dezembro de 2021 do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Foi capturado neste domingo (15), Wanderson Alves Carvalho, mais conhecido como “Dentinho”. O detento fugiu no dia 17 de dezembro de 2021 do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia enquanto realizava um serviço de limpeza no local. Ele cumpria pena na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) e respondia pelo crime de abuso sexual por ter estuprado mais de 100 mulheres.

De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Dentinho foi recapturado no Pará, pela Polícia Penal de Goiás, em parceria com forças de segurança daquele estado. A previsão é que ele retorne ainda nesta segunda-feira (16), para o POG. Ainda não foi informado se ele será penalizado pela fuga.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O estuprador

Wanderson Alves Carvalho, estava preso desde 2004. Ao todo, ele é condenado há 196 anos de prisão. Segundo informações da época da prisão, ele sempre abordava as vítimas, geralmente universitárias, usando uma bicicleta, vestido com boné e uma bermuda.

LEIA TAMBÉM

• Encontros e relações a partir da Internet exigem cada vez mais cautela e cuidado• Sequência de frentes frias faz Goiás registrar temperaturas abaixo do habitual• Preso homem que roubou carro e torturou vítima durante três dias, em Goiânia

Ele pedia informação e, quando a jovem ia responder, a atacava com uma arma. Em seguida, a vítima era levada para um terreno baldio onde ele praticava todo tipo de violência sexual e roubava joias e celulares.

Dentinho agia desde 2001. Foi preso naquele ano e solto em seguida por falta de provas. Em maio de 2004 voltou a ser detido, mas fugiu 14 dias depois. No entanto, foi recapturado dias depois.

Tags: