Confira 10 dicas para cultivar sua própria horta

Veja na lista abaixo algumas dicas que vão te ajudar a começar a cultivar sua própria horta dentro de casa

Muitas pessoas quem gostam de cozinhar sonham em ter uma horta em casa e plantar os próprios alimentos. Isso porque, a alimentação saudável e orgânica, juntamente com outros elementos, tem sido tratada por especialistas como um dos principais métodos para manter uma alta qualidade de vida. Fazer escolhas mais naturais, priorizando aquilo que vem da terra, fez com que as hortas caseiras se tornassem cada vez mais comuns. Pensando isso, o Diário do Estado preparou uma lista com 10 dicas para quem que iniciar sua própria horta caseira, perfeitas para quem está em busca de uma alimentação feita a base de produtos frescos, cheios de nutrientes e livres de agrotóxicos,

10. Reserve um espaço adequado 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O primeiro passo é separar um espaço adequado em casa para que os legumes, hortaliças, temperos e vegetais cresçam de forma saudável. Para isso, você precisa entender as necessidades de cada espécie escolhidas para o cultivo. Lembre-se de escolher o modelo de horta que melhor se adapta ao seu imóvel. Se tiver pouco espaço, por exemplo, a horta vertical pode ser uma boa opção.

9. Preparação do terreno 

Prepare o lugar que receberá sua nova horta. Você pode começar só com um viveiro (ele é semelhante às formas de gelo, mas específico para plantio) e terra. Se preferir ir direto para o vaso, também é possível, mas, neste caso, é preciso fazer camadas. Coloque argila expandida, cubra com areia e, por último, jogue a terra. Tome cuidado com a profundidade do vaso escolhido. Ela deve estar de acordo ao tamanho das hortaliças que serão plantadas.

8. Onde plantar 

Não ter um quintal em casa não é problema. A plantação pode ser feita em qualquer canto, desde que tenha uma boa iluminação natural. É imprescindível que o espaço receba a luz solar por cerca de 2 a 4 horas por dia para que a planta cresça de forma saudável.

7. Recipientes corretos

Além de escolher um cantinho com boa ventilação e entrada de luz solar, você também vai precisar encontrar os recipientes corretos para montar a sua horta. Existem várias opções disponíveis no mercado, mas você deve considerar alguns fatores para optar pelo modelo ideal para a sua casa.

6. Hora de plantar 

Na hora de iniciar o plantio é importante começar cavando um buraco pequeno. Se as sementes forem grandes, o ideal é ele tenha 0,5 cm. Para as menores, basta dar uma leve afundada na terra com o dedo, de forma a criar uma cavidade bem rasa. Sobre a quantidade: se você está pensando em plantar legumes, três sementes são suficientes. Para plantas que colhemos em maço, a recomendação é plantar cerca de oito sementes. Se sua ideia for uma plantação de folhas pequenas, as chamadas baby leaf, pode jogar um punhado de sementes de uma só vez. Por fim, borrife com água.

5. O que plantar 

Para quem está começando nas técnicas de plantio, o essencial é começar com plantas de fácil cultivo, como os temperos. Manjericão, alecrim, sálvia, capim-limão, orégano e tomilho são ótimas opções. A irrigação deve ser feita todos os dias para que o solo esteja sempre úmido e as folhas podem ser colhidas em cerca de dois meses.

4. Use adubos naturais 

A recomendação é de que sejam utilizados adubos naturais orgânicos para garantir os nutrientes adequados para o crescimento das plantas.  A combinação entre um solo bem preparado e adubos naturais fará com que a horta tenha uma qualidade incrível. Lembre-se de verificar as especificações de cuidados para cada espécie que está sendo cultivada, pois cada uma necessita de cuidados específicos.

3. Hora de colher 

Depois de todo tempo e carinho dedicados à horta, chegou o momento de levá-las à cozinha. Com 15 dias de plantio, as pequenas folhosas já estão prontas para serem colhidas. Os demais legumes, como berinjela, abobrinha e pepino, levam pelo menos 45 dias para chegar ao ponto certo. No caso do tomate, da cebola e da pimenta, o tempo mínimo de espera é de 100 dias. A ordem da colheita varia de acordo com a espécie, mas costuma ser de fora para dentro e de cima para baixo. Assim, são colhidos primeiro as folhas e frutos mais antigos.

2. Rotina de cuidados 

Um passo importante é estabelecer uma rotina de cuidados para a sua horta. Além de garantir o crescimento das plantas, isso ainda vai te ajudar a manter a disciplina em relação ao cultivo desse espaço especial. Será preciso fornecer os complementos necessários para o desenvolvimento das plantas (água, luz e nutrientes entram nessa lista). Para começar, verifique a necessidade de rega e iluminação para cada espécie, assim como as podas. É  preciso também ficar atento às pragas, que devem ser combatidas o quanto antes para não prejudicar toda a sua horta.

1. Cuidado ao regar 

É claro que as plantas vão precisar de água, mas pesquise bem qual é o tipo você escolheu, pois cada uma precisa de uma demanda diferente. O manjericão, por exemplo, ama água e precisa ser regado duas vezes por dia. Já o tomilho consegue sobreviver a um dia sem água. Além disso, vale lembrar que folhas amarelas são um sinal de que planta está com excesso de água.

Tags: