Jornal Diário do Estado

Conheça cinco síndromes que são muito bizarras

Esquisitas e normalmente raras, elas chamam a atenção por características muito particulares

Mão com vida própria, vivos convencidos de que morreram e até gente com cheiro de peixe. Essas são apenas algumas síndromes raras e curiosas, que afetam pequenas parcelas da população mundial, mas que chamam a atenção pelas características. Confira cinco delas a seguir (fonte: msn.com).

Síndrome de Cotard

O neurologista francês Jules Cotard identificou esta doença em 1880: conhecida como Síndrome de Cotard. A pessoa que sofre deste mal fica convencida de que morreu e para de comer, de tomar banho e algumas inclusive vão morar no cemitério. Quem sofre desta síndrome também passa a acreditar que está se decompondo ou que perdeu partes do corpo.

Síndrome da Mão Alienígena

A síndrome da Mão Alienígena, também conhecida como “Strangelove Syndrome” por causa do filme ‘Dr. Fantástico’ (1964), é uma condição em que a pessoa perde o controle da mão e ela parece adquirir vida própria. Quem sofre desta condição pode pegar objetos que não querem sem intenção. A síndrome foi descoberta em 1909, sendo extremamente rara. Não há uma cura conhecida.

Síndrome do Odor de Peixe

Trimetilaminúria é também conhecida como síndrome do odor de peixe e é causada pela deficiência da enzima que previne a quebra da trimetilamina. Ela causa o odor na boca, suor e na urina. Uma dieta sem trimetilamina reduz os sintomas.

Síndrome de Jerusalém

Sem interessar religião ou fé, esta síndrome pode afetar todo mundo. Uma visita à Terra Sagrada pode fazer com que a pessoa pense que é o Salvador ou receba comunicações divinas. Os médicos locais dizem que o melhor tratamento é ficar longe de Jerusalém.

Síndrome de Moebius

Mais uma síndrome extremamente rara, os pacientes que são afetados pela síndrome de moebius têm paralisia facial. Eles não conseguem fechar os olhos nem formar expressões faciais.