Jornal Diário do Estado

Conheça Fernanda Ôliver, cantora gospel presa pela Operação Lesa Pátria da Polícia Federal

Ela tem mais de 170 mil seguidores no Instagram, mídia social que ela usa para divulgar seu trabalho enquanto cantora gospel e expressar suas inclinações políticas

Presa nesta quinta-feira, 17, pela Polícia Federal na Operação Lesa Pátria, a cantora gospel Fernanda Rodrigues de Oliveira, mais conhecida como Fernanda Ôliver, tem 25 anos e é nascida Tocantins. Segundo depoimento da própria Fernanda Ôliver, ela começou cantar aos 3 anos de idade, participando de festivais em sua cidade natal, Araguaçu (TO).

Ela tem mais de 170 mil seguidores no Instagram, mídia social que ela usa para divulgar seu trabalho enquanto cantora gospel e expressar suas inclinações políticas. Uma dessas expressões foi por meio de um vídeo na plataforma mostrando a cantora nos acampamentos golpistas que se instalaram na frentes dos quartéis em Goiânia e Brasília, após o segundo turno das eleições de 2022. No vídeo, Fernanda aparece com a bandeira nacional nos ombros e trajando adereços com as cores da bandeira e cantando para as pessoas que estavam nos acampamentos.

Fernanda Ôliver foi presa pela Polícia Federal que cumpriu dez mandados de prisão preventiva, sendo duas delas realizadas em Goiás, parte da 14º fase da Operação Lesa Pátria que objetiva identificar as pessoas que incitaram, participaram e fomentaram os atos golpistas no dia 8 de janeiro. Na ocasião, os prédios dos três poderes da União foram invadidos em Brasília (DF), tendo patrimônio público danificado.

Operação Lesa Pátria investiga os envolvidos, em tese, por crime de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido e crimes da lei de terrorismo.