Contratou um serviço? Agora é possível fazer cancelamento via Whatsapp

Decreto editado pelo governo em abril último regulamenta serviços de forma eletrônica e ligações telefônicas de todos os tipos de estabelecimentos.

Decreto editado pelo governo no mês de maio determina que empresas cujo funcionamento é regulamentado pelo poder público deverão disponibilizar a opção de cancelamento de serviço nos mesmos canais em que oferecem a contratação. Ou seja, o cliente que adquirir determinado produto através do Whatsapp também poderá usar a mesma via para cancelar o acordo, por exemplo.  A medida inclui estabelecimentos como bancos, companhias aéreas, empresas de telefonia e televisão, operadoras de planos de saúde e até distribuidora de energia e água.

Também é regulamentado o atendimento via Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) por meios digitais, como sites e aplicativos. Os serviços deverão ficar disponíveis durante 24 horas, nos sete dias da semana. No entanto, a via de contato telefônico continua a ser obrigado o atendimento por no mínimo oito horas diárias, garantindo ao consumidor contado com um atendente humano. Antes, a assistência ao cliente deveria ficar disponível ininterruptamente.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

No caso de ligações telefônicas, as empresas são obrigadas a manter a gravação das conversas por 90 dias; nesse prazo, o consumidor terá o direito de pedir acesso ao conteúdo do telefonema. Caso a ligação seja interrompida pela empresa antes da conclusão do atendimento, ela deve retornar a ligação.

LEIA TAMBÉM

• Moradores de Goiânia podem solicitar plantio de árvores pelo whatsApp; veja como• Cidades turísticas goianas não alteram decretos sanitários no feriado• Deolane Bezerra perde patrocínios após declarar voto em Lula

De forma geral, as empresas têm sete dias para dar uma resposta ao consumidor. Porém, cada agência reguladora pode impor um período de tempo de atendimento maior, conforme critérios próprios e específicos para o setor.

O consumidor ainda tem o direito de acompanhar suas solicitações e pedir ao fornecedor de serviço que envie históricos de reclamações e pedidos, pelo correio ou através de vias eletrônicas, no prazo de cinco dias corridos, segundo o decreto.

Tags: