Home»saúde»CRF Goiás alerta sobre uso racional de antibióticos

Semana Mundial de Conscientização sobre Antibióticos acontece de 12 a 18 de novembro

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado


“Além de dificultar o tratamento, isso também pode afetar outras bactérias que ajudam o nosso organismo a funcionar corretamente”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem registrado altos índices de resistência a antibióticos, caracterizando uma das maiores ameaças à saúde pública. Atenta ao problema, a OMS instituiu a Semana Mundial de Conscientização sobre Antibióticos, que acontece de 12 a 18 de novembro. O objetivo da campanha é aumentar a conscientização global da resistência aos antibióticos. Além de incentivar melhores práticas no trato com esses medicamentos, a fim de evitar o surgimento e disseminação de sua resistência.

Segundo o diretor secretário do CRF-GO, Daniel Jesus, a resistência a antibióticos é uma preocupação social que merece atenção, pois o uso inadequado pode resultar em inúmeros problemas de saúde. “Nós, farmacêuticos, exercemos papel fundamental nesta campanha, pois por meio da orientação profissional podemos alertar sobre a importância dos antibióticos e, principalmente, os riscos à saúde quando administrados incorretamente”, afirma Daniel.

O farmacêutico acrescenta que o uso indiscriminado de antibióticos pode alterar a resistência das bactérias causadoras de doenças e tornar o medicamento ineficaz no seu combate. “Além de dificultar o tratamento, isso também pode afetar outras bactérias que ajudam o nosso organismo a funcionar corretamente”, revela. Quanto ao uso em excesso deste tipo de medicamento, Daniel diz que pode acarretar na mutação de bactérias e, consequentemente, na ação dos medicamentos sobre elas.

Prevenção

Algumas medidas simples podem ser adotadas como forma de evitar o uso de antibióticos, como higienizar as mãos e manter a carteira de vacinação atualizada. Outras ferramentas importantes no enfrentamento à resistência bacteriana é apoiar os profissionais de saúde para escolha adequada do tratamento a ser utilizado. O farmacêutico é o profissional fundamental na promoção do uso racional dos antimicrobianos, pois ele contribui diretamente no tratamento, do início ao fim, e consequentemente na melhoria da assistência prestada ao paciente.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!