Jornal Diário do Estado

Criança fica por 4 minutos submersa em hotel de luxo de Brasília

Caso aconteceu dia 17 de agosto e criança estava sob cuidados de empresa especialidade em atividades educacionais

O caso de uma criança de 1 ano que se afogou em uma piscina infantil do Lake Side, hotel de luxo em Brasília, está sendo investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O caso aconteceu no dia 17 de agosto e a menina estava sob cuidados de uma empresa especializada em atividades educacionais, com duas monitoras responsáveis por supervisionar as crianças, mas nenhuma percebeu que a criança estava afogada. Conforme informado, a menina ficou submersa durante cerca de 4 minutos.

Segundo informações, o caso é alvo de um inquérito instaurado pela 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). O Jornal Diário do Estado (DE) entrou em contato com a PCDF, que informou prontamente que “o caso envolve crianças, que goza de sigilo imposto por lei – Estatuto da Criança e do Adolescente”.

O vídeo do momento, divulgado pelo jornal O Globo, mostra que uma outra criança que percebeu que a menina estava se afogando e tentou a salvar, momento em que uma das monitoras tenta ajudar. Então, um terceiro adulto aparece e presta os primeiros socorros.

A menina foi encaminhada para o Hospital Materno Infantil em Brasília (Hmib) e ficou internada por uma hora. A criança recebeu alta e não obteve sequelas do ocorrido.

De acordo com o delegado-chefe da 5ª DP, João de Ataliba, o caso segue em apuração e afirma já ter solicitado uma perícia para verificar se a piscina está dentro dos parâmetros legais para atividades infantis.

Nota da empresa

O DE entrou em contato com a empresa Family Club, responsável pela recreação infantil no hotel, que informou que lamenta o episódio e que presta solidariedade a família.

A Family Club, se trata de uma séria empresa que está no mercado há mais de 12 anos, sempre zelando pelo desenvolvimento, saúde e bem-estar de seus alunos e nunca na história houve qualquer ocorrido que prejudicasse a integridade física de qualquer de seus alunos.

Diante disso, a Family Club lamenta profundamente o episódio ocorrido em sua unidade da Asa Norte, informa ainda que presta toda solidariedade e auxílio necessário para a aluna e sua família.

Lembrando que a empresa prestou todo socorro devido, e segue a disposição da família para garantir que tudo esteja bem com a menor.

Se coloca ainda, inteiramente à disposição de todas as autoridades para esclarecimentos quanto a apuração do ocorrido.

Destacamos que o episódio se encontra em apuração, ao qual não foi finalizado ainda o inquérito, e por se tratar de evento envolvendo menor de idade, a Family Club prefere preservar a família e a criança, sem expor mais informações.

No momento o mais importante é que a criança se encontra bem e fora de perigo.