Jornal Diário do Estado

Crixás recebe o Circuito das Cavalhadas no final de semana

O município recebeu investimentos do Governo de Goiás para realizar os festejos

Crixás, a cidade centenária situada a 300 km de Goiânia, volta a ser palco de um grande evento cultural entre os dias 24 e 25 de junho, realizando as tradicionais Cavalhadas no Campo das Cavalhadas (ao lado da Feira Coberta).O evento faz parte do Circuito das Cavalhadas, com investimento estadual de R$ 3 milhões para 15 municípios por meio do Governo de Goiás, com iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em parceria com o Goiás Social.

As Cavalhadas de Crixás são encenadas desde 1882, por influência da coroa portuguesa e por intermédio das festas da Igreja Católica. Desde o Arraial de Nossa Senhora da Conceição, o evento era realizado como parte dos festejos do Divino Espírito Santo com o giro das folias pelas fazendas.

A encenação entre mouros e cristãos na cidade teve uma paralisação de 30 anos, mas foi resgatada nos anos 1980 pelo casal Joaquim Maciel e Ana Carvalho, sendo uma das mais tradicionais do Circuito das Cavalhadas. A apresentação no campo de batalhas acontece durante dois dias, encerrando com a prova das argolinhas com prendas oferecidas para os cavaleiros mais habilidosos. São 12 cavaleiros de azul (cor do cristianismo) e 12 de vermelho dos mouros. Após a encenação, os dois grupos seguem na procissão do Divino Espírito Santo até a Igreja Matriz.

O município recebeu investimentos do Governo de Goiás para realizar os festejos, usados na aquisição de indumentária para os cavaleiros, acessórios dos festejos, entre outros custeios. Além da encenação das cavalhadas estão previstas várias apresentações noturnas como: Dança do Tambor, Orquestra de Viola Nossa Senhora da Conceição, cantor Robson Carvalho, Dj Dentin e Dj Douglas Alves, todas elas no dia 24 de junho.

Circuito das Cavalhadas de Goiás

Em 2023, o Circuito das Cavalhadas reúne 15 municípios: Santa Cruz de Goiás, Pirenópolis, Luziânia, Palmeiras de Goiás, Hidrolina, São Francisco de Goiás, Santa Terezinha de Goiás (Cedrolina), Pilar de Goiás, Corumbá de Goiás, Cidade de Goiás, além de Niquelândia e Silvânia que também receberão investimentos e ações de forma a se preparem para o circuito do ano que vem. Este ano foram transferidos R$ 3 milhões de recursos estaduais para estas cidades para contribuir com a realização das festas. A verba foi utilizada na aquisição de indumentária para os cavaleiros, acessórios dos festejos, entre outros custeios.

Tradição

As Cavalhadas são celebrações inspiradas nas heranças culturais de Portugal e da Espanha na Idade Média. Elas começaram a ser representadas no Brasil no século XVI. Em Goiás, o primeiro registro é de 1751, na cidade de Santa Luzia (hoje Luziânia). A festa une religiosidade e fé, cultura, turismo, economia e valorização do patrimônio imaterial do Estado, mobilizando os moradores locais e visitantes.