Jornal Diário do Estado

Curso gratuito de Harvard oferece introdução à Ciência da Computação

Iniciativa do Governo de Goiás, as aulas são on-line e em português, em um projeto voltado para pessoas que não têm nenhum conhecimento sobre o tema. O estudo será dividido entre conteúdo teórico, estudos de caso e monitoria on-line

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Escola do Futuro de Goiás (EFG), oferece vagas para o curso básico de Introdução à Ciência da Computação (CC50), da Universidade de Harvard. O projeto é desenvolvido em parceria com a Fundação Estudar, que será responsável por todas as etapas do processo de ensino e aprendizagem. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas no site desenvolvimento.go.gov.br.

Com carga horária de 70 horas e versão em português, o CC50 é gratuito e on-line. É um curso introdutório de Ciência da Computação, voltado para quem não tem conhecimento sobre o tema. Podem se inscrever pessoas a partir de 10 anos de idade, que terão um período de seis meses para concluir o curso. O conteúdo está dividido entre teoria, estudo de caso e monitoria on-line.

Os participantes vão aprender a pensar algoritmicamente e resolver problemas de programação de forma eficiente. Eles terão acesso a conceitos de algoritmos, estruturas de dados, abstração, encapsulamento, gerenciamento de recursos, segurança, engenharia de software, desenvolvimento web e linguagens de programação, incluindo C, Python, SQL e JavaScript, além de CSS e HTML.

De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, José Frederico Lyra Netto, o CC50 é uma grande oportunidade de se preparar para o mercado de trabalho.

“Os alunos vão aprender algumas das habilidades mais demandadas profissionalmente por uma área que está sempre contratando”, diz. Os participantes receberão certificado emitido pela Fundação Estudar, em parceria com as Escolas do Futuro de Goiás, ao concluírem todas as atividades.

Presencial

Para aqueles alunos em situação de vulnerabilidade, que não possuem computador e internet de qualidade em casa, a Escola do Futuro de Goiás Luiz Rassi disponibilizará o espaço do Laboratório de Informática.

Os monitores da unidade também atuarão presencialmente para auxiliar no ensino desses alunos. A criação das turmas presenciais será realizada de acordo com a demanda, sendo constituídas novas turmas à medida que for necessário. A parceria com a Fundação Estudar está firmada até dezembro de 2025, e as inscrições para o CC50 seguem fluxo contínuo até data próxima de finalização da parceria.