Curto circuito pode ter ‘estragado’ vacinas contra a Covid-19, em Goiânia

Motivo do curto ainda é desconhecido, mas secretaria da saúde diz que ocorrência não afetou esquema de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia cumpre, nesta quarta-feira (4), protocolos de segurança para avaliar se as doses das vacinas contra a Covid-19 ainda podem ser usadas, depois de passarem algumas horas fora da temperatura indicada pelas fabricantes.

Acontece que as câmaras frias do Paço Municipal, onde o imunizantes são guardados, entraram em curto-circuito na noite desta terça-feira (3). O motivo ainda é desconhecido pela pasta, que explicou não ter data definida para disponibilizar as doses. Ao todo, 20 mil imunizantes contra a Covid-19, gripe e doses de rotina precisaram ser analisadas, sendo que as vacinas de gripe e de rotina já foram liberadas para uso.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Por causa da situação, uma ação para imunizar policiais civis e servidores do Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (Ingoh), que estava agendada para esta quarta-feira, precisou ser suspensa e deve ser remarcada.

LEIA TAMBÉM

• Fazendeiro que mandou matar corretor em Rio Verde tem prisão decretada pela Justiça• Justiça mantém prisão de jovem que matou ex-sogro• Homem oferece chocolate para abusar de criança em Porangatu

Segundo a SMS, a situação não comprometeu a aplicação de vacinas nas 71 salas de imunização e na van da vacinação, localizada no Clube da Caixa Econômica Federal. Ou seja, a população pode procurar os locais normalmente para se vacinar.

O comunicado da pasta diz que a temperatura nas câmaras frias foi alterada por conta do curto, passando de +8°C para +13°C, motivo pelo qual as doses precisaram passar por avaliação. A SMS informou que o problema foi resolvido no início desta manhã e ainda garantiu que a rede de frio e o gerador, que não foi acionado durante o curto estavam em dia com as manutenções de rotina.

Nota SMS

-Em decorrência de um curto-circuito ocorrido na noite desta quarta-feira (03/05), parte das câmaras frias onde são armazenadas as vacinas no Paço Municipal, teve a temperatura alterada de +8°C para +13°C. Como não houve interrupção de energia, o gerador não foi acionado.

Havia 20 mil doses de vacinas contra gripe, Covid-19, e de rotina. A secretaria Estadual de Saúde (SES) receberá relatório sobre as vacinas, e avaliará se elas ainda podem ser utilizadas.  Por conta do ocorrido, as vacinações na Polícia Civil e Ingoh agendadas para hoje, serão remarcadas. Nas 71 salas de vacinas e no Clube da Caixa Econômica Federal, a vacinação ocorre normalmente.

Tags: