Daniel Vilela será vice de Caiado

Os prefeitos elogiam a condução de Caiado frente à pandemia e avaliam que o democrata conseguiu recuperar o Estado das dívidas.

Em entrevista ao site Diário de Goiás, o prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves, defendeu a aliança do MDB com o governador Caiado em 2022.  “Os prefeitos vão solicitar um compromisso de termos participação na chapa majoritária com o vice Daniel Vilela e o senador Luiz do Carmo na chapa majoritária. Essa é a vontade dos 27 prefeitos que subscreveram essa carta”, destacou Naves.

De acordo com o site, os prefeitos elogiam a condução de Caiado frente a pandemia, além de avaliarem que o democrata pegou um estado cheio de dívidas e conseguiu recuperá-lo. Há também o sentimento de que o momento é diferente do de 2018 quando o próprio Haroldo apoiou Daniel Vilela em oposição ao então senador da República.

“Agora, nesse momento a gente tem que ter uma visão macro da política, largar as vaidades pessoais e pensar no estado e compor essa aliança com o governador que nesses 30 meses pegou o estado com muita dificuldade e colocou em ordem. Ele tem condições de pegar esses próximos 18 meses, fazer um mandato bom e nos próximos 4 anos fazer um candidato eficiente”, ponderou.

Segundo informações do Goiás 24 horas, apenas caso o partido não entre em consenso com relação ao aceno à chapa com o Democratas, a legenda irá seguir rumo solo nas eleições em 2022 com candidato próprio. O prefeito de Campos Verdes diz que Caiado tem acentuado conversas com Daniel Vilela e em breve a proposta do MDB será entregue ao democrata.

Antes da formalização da união, porém, Naves destaca que o partido deve ‘buscar a união’ e resolver divergências, sem mencionar o nome do prefeito Gustavo Mendanha, que defende uma candidatura própria do MDB. “Logicamente nós temos um caminho a percorrer ainda e tempo para, inclusive, resolver algumas divergências que houver dentro do partido e ter a unidade do partido.”

Tags: