Home»Poder»Definido por Caiado, novo presidente da Saneago era cotado a ministro de Bolsonaro

Soavinski chegou a ser um dos principais cotados pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério do Meio Ambiente

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Uma vez que o oceanógrafo assumirá, agora, a Presidência da Saneago, seu nome está descartado para o Ministério

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), definiu recentemente os nomes para a Secretaria de Segurança Pública e a Presidência da Saneago. O delegado aposentado da Polícia Federal Rodney Miranda, do Espírito Santo, deve assumir a Secretaria, enquanto o oceanógrafo Ricardo Soavinski, do Paraná, deve ser o novo presidente da companhia goiana de saneamento. Soavinski chegou a ser um dos principais cotados pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir o Ministério do Meio Ambiente.

Ricardo Soavinski é oceanógrafo por formação e ex-presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). O paranaense conta com um extenso currículo de cargos na área ambiental: foi presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), secretário nacional de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, diretor de Criação e Manejo de Unidades de Conservação do ICMBio, coordenador e diretor de Unidades de Proteção Integral do ICMBio, coordenador geral de Fauna do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama), entre outros cargos que ocupou.

Como adiantado pelo jornal O Globo, Soavinski era um dos nomes com os quais Bolsonaro vinha conversando, no processo de escolha do novo ministro do Meio Ambiente. Uma vez que o oceanógrafo assumirá, agora, a Presidência da Saneago, seu nome está descartado para o Ministério. Já Rodney, que vai ficar à frente da Segurança Pública, foi prefeito de Vila Velha e secretário de Segurança do Espírito Santo, é consultor da área e perdeu eleição neste ano para deputado federal.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!