Home»Cotidiano»DENARC e Grupo Tático desarticulam três núcleos de distribuição de drogas

Operação batizada de Delivery, pois os traficantes atendiam seus clientes em casa.

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (DENARC) e do Grupo Tático 3 (GT3), em operação para cumprir 5 mandados de prisão na manhã desta quarta-feira (07), desarticularam três núcleos de distribuição de cocaína e drogas sintéticas para pessoas de alto poder aquisitivo, em Goiânia e Aparecida de Goiânia. Segundo a Polícia Civil, há indícios de que um dos núcleos tem envolvimento com roubos a instituições financeiras.

A primeira associação era composta por Edilene Ferreira de Brito, de 33 anos e Joana Soares Neto de 62. Edilene já tinha em seu nome um mandado de prisão por tráfico de drogas e associação ao tráfico, foi presa em um apartamento de luxo no Setor Bueno. Com ela foram encontrados 100 comprimidos de Ecstasy, para disfarçar as entregas Edilene levava sua amiga Joana, uma idosa. Joana foi presa no Setor dos Funcionários, junto à ela também foi preso Rodrigo Soares Neto, apesar de não ter sido comprovada sua participação no tráfico ele carregava um revólver 32.

No segundo núcleo, foi preso traficante Justino Lourenço do Nascimento, 35 anos. Segundo a PC, Justino tem o perfil violento e distribuía cocaína e maconha para vários usuários de Aparecida de Goiânia, há ainda a suspeita de seu envolvimento em crimes violentos, inclusive roubo de veículos. Foram apreendidos com  ele uma pistola calibre 380, um revólver 38 e porções de cocaína e maconha.

Por fim, no terceiro núcleo foram presos Rodrigo José Ataídes, 33 anos, com passagem por homicídio  e Aredes Barbosa da Silva, de 42, com passagem por estelionato e ameaça. Rodrigo foi preso no Parque Santa Cecília, em Aparecida de Goiânia, ele coordenava a venda de cocaína pura, a chamada escama de peixe, para pessoas de classe média da capital e da região metropolitana. Seu auxiliar, Aredes foi capturado no Parque Atheneu com uma pistola calibre ponto 380 e um veículo roubado.

Na casa de Rodrigo foram apreendidos 4,5 kg’s de cocaína ‘escama de peixe e 35 kg’s de insumo para refino. Também foram encontrados um fuzil, uma espingarda calibre 38, outra calibre 22,uma pistola, além de carregadores ‘caracol’, tanto para a pistola quanto para o fuzil cm capacidade de 100 disparos contínuos, mais de duas mil munições para vários tipos de calibres e R$51.000,00 em espécie.

A operação foi nomeada de Delivery, pois os traficantes atendiam seus clientes em casa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!