Depois de mais uma derrota, Vila Nova demite o técnico Higo Magalhães

Treinador não resiste ao resultado negativo contra o Sampaio Corrêa, pela Série B

Fim da linha para Higo Magalhães no Vila Nova. Depois de perder para o Sampaio Corrêa pela 7ª rodada da Série B, o Tigre desligou o treinador na tarde deste domingo (15). No total, o técnico realizou 50 partidas no comando principal da equipe colorada, alternando entre bons e maus momentos na liderança do time. A partir de agora, a diretoria do clube goiano partirá em busca de uma reposição no mercado.

Os números de Higo Magalhães

Higo Magalhães atuou como jogador de futebol entre 2003 e 2014. Defendeu as cores do Vila Nova, Goiânia, Canedense, Anápolis, Aparecidense, Ituiutaba, Villa Nova-MG, Boa Esporte, Itumbiara e Uberlândia. Em 2019, iniciou uma nova etapa da vida como treinador do sub-19 do Atlético-GO.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

No ano de 2020, assumiu como auxiliar técnico do Vila Nova. Passou então pela categoria sub-20 e sub-23, antes de ocupar o posto de treinador principal da equipe. Isso aconteceu em agosto de 2021. Por causa dos bons resultados naquela Série B, deixando o Tigre em 9º lugar, Higo Magalhães iniciou essa temporada no comando colorado.

LEIA TAMBÉM

• Com dupla ‘Lei do Ex’, Atlético-GO é derrotado pelo São Paulo• Em último lugar na Série B, Vila Nova contrata terceiro técnico na temporada• Veja os compromissos goianos do final de semana no Brasileirão

No Campeonato Goiano, o Vila Nova terminou no 1º lugar do Grupo B, eliminando o Goianésia nas quartas de final. Nas semis, travou combates equilibrados contra o Dragão, mas acabou levando a pior. Na Copa do Brasil, despachou Rio Branco e Guarani antes de cair perante o Fluminense.

Dentro da Série B, Higo Magalhães não foi capaz de encaixar o time. Em sete jogos, foram quatro empates, duas derrotas e apenas uma vitória. Desta forma, o Vila Nova terminará a rodada na 16ª posição, na beira da zona de rebaixamento. Por isso, a diretoria vilanovense decidiu agir.

Higo Magalhães se despede do Tigre com 50 partidas. Entre elas, foram 20 vitórias, 21 empates e nove derrotas. No total, considerando também o período como auxiliar, Higo tem 62 jogos: 23 vitórias, 25 empates e 14 derrotas.

Esta é a segunda demissão de um treinador de clube goiano neste fim de semana. A outra foi de Umberto Louzer, do Atlético-GO.

Tags: