Deputado Delegado Humberto Teófilo entra com ação contra 33 prefeitos por gastos irregulares na pandemia

O processo inclui ainda as prefeituras de Goiânia, Senador Canedo e Inhumas

O deputado estadual do PSL, Delegado Humberto Teófilo, protocolou essa semana ações populares contra 33 municípios de Goiás por irregularidades em contratos e licitações feitos com recursos recebidos durante a pandemia do coronavírus.
Em liminar, o parlamentar pediu que a justiça exigisse dos prefeitos informações diversas relacionadas à pandemia, como por exemplo o processo completo das dispensas de licitações realizadas para compras de máscaras, álcool em gel, equipamentos e demais insumos utilizados na pandemia além de serviços de engenharia que foram contratados.
Teófilo questiona a falta de transparência dos gastos realizados pelos Municípios que têm a obrigação de disponibilizar imediatamente todas as contratações e despesas públicas decorrentes de ações preventivas e de combate à Covid-19, conforme prevê a Lei Federal nº 13.979/20, sob pena de caracterizar improbidade administrativa.
Confira as cidades alvo das ações populares:
Inhumas
Goiânia
Senador Canedo
Formosa
Planaltina
Santo Antônio descoberto
Brazabrantes
Águas Lindas
Goianésia
Niquelândia
Jussara
Caldas novas
Itaberaí
Cidade Goiás
Caiapânia
Santa Helena
Posse
Carmo Rio verde
Itapuranga
Taquaral
Nova Veneza
Damolândia
Cachoeira dourada
Goianira
Morrinhos
Pontalina
Itaguaru
Itapirapuã
Santa Rosa
Cocalzinho
Sancrerlândia
Araçu
Santa Terezinha
Tags: