Deputado Federal, Delegado Waldir (PSL), não descarta possibilidade de candidatura para a prefeitura de Aparecida de Goiânia

"Não posso dizer que dessa água não bebereis", cometa o Deputado.

Em entrevista para nossa redação, o deputado federal, Delegado Waldir (PSL), fez duras críticas ao comportamento do presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), comentou sobre a operação da Polícia Federal referente ao inquérito das Fake News e analisou a atual conjuntura política, que segundo ele, “o governador Ronaldo Caiado (DEM) não aguentou a pressão dos empresários”. Ele cogitou até mesmo sua candidatura para a as eleições municipais em Aparecida de Goiânia (GO).

Questionado sobre as operações da Polícia Federal, o deputado federal ressaltou que, “foi uma operação tabajara, sem prender ninguém. O STF amarelou. Todos que foram investigados, já estão soltos. Os ministros do STF ficaram incomodados com os ataques feitos nas redes sociais, e tentaram revidar de alguma forma. Essa operação nasceu de uma necessidade de dar uma resposta”, ressalta.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo delegado Waldir,  Bolsonaro possui um gabinete de ódio, e se sentiu traído pelo discurso que o presidente fez no início de sua candidatura: “eu caminhei ao lado do Bolsonaro, porque para mim ele disse que o objetivo dele era combater a corrupção. O discurso do presidente que eu elegi, era o de fortalecimento da Lava Jato, da Polícia Federal. Mas ele percebeu que as investigações bateram no calcanhar dos bebês dele e decidiu recuar”, critica o deputado.

Acompanhe entrevista completa: