Home»Cotidiano»Detranzinho retoma atividades de educação para o trânsito em Goiás
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

Educar as crianças para se conscientizarem, desde a infância, sobre a importância de um trânsito seguro foi o tema da primeira palestra deste ano do programa Detranzinho, realizado pelo Detran-GO na Escola Municipal Integral Moisés Santana, em Goiânia. A atividade marcou a retomada das atividades do programa, que estava em recesso desde de dezembro de 2016, devido às férias escolares.

Os 157 alunos do ensino fundamental da unidade participaram das palestras e atividades envolvendo apresentações de vídeos e músicas com mensagens educativas. Desses, 51 participaram do Detranzinho. O programa consiste na transmissão de conhecimentos sobre trânsito em diferentes estágios e conta com um micro-ônibus totalmente adaptado, que abriga atividades pedagógicas.

O Detranzinho foi desenvolvido em 130 escolas públicas e privadas, em 23 municípios, durante o ano letivo de 2016. Com isso, 23.301 mil alunos receberam orientações sobre segurança e mobilidade. O objetivo é percorrer escolas de todo o Estado, contribuindo para a formação de cidadãos multiplicadores, que farão a diferença na construção de um trânsito seguro.

A dinâmica do Detranzinho é iniciada com uma palestra, na qual os alunos recebem orientações sobre segurança e legislação de trânsito. No segundo momento, é realizada a atividade Minha Cidade Legal (um tapete pedagógico com seis quadrantes para que alunos de 4 a 6 anos sejam incentivados a montar de forma lúdica uma mini-cidade); e Cidade para Todos – Nível I e II. Nesse estágio, os alunos são estimulados a construir uma cidade, focados na busca por soluções para maior segurança, acessibilidade e fluidez no trânsito.

Para encerrar a dinâmica, os alunos são convidados a guiar um carrinho de controle remoto em uma maquete de 6m2 construída com blocos de montar Lego. A maquete tem as principais características das vias de uma cidade.

Na mini-cidade há ainda semáforos computadorizados, estação de câmeras de monitoramento de tráfego e outros dispositivos automatizados. No interior do micro-ônibus, há monitores, nos quais os alunos podem acompanhar a movimentação na mini-cidade. Toda a dinâmica tem a duração de duas horas.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!