Dia dos Namorados: saiba como a data pode garantir renda extra

Apesar de faltarem poucos dia para a data, especialista dá ideia para garantir a alegria de casais

Que tal ganhar um dinheirinho extra com o Dia dos Namorados. A data está próxima, mas é possível lucrar razoavelmente bem em produtos ou serviços relacionados ao tema. Delinear o perfil do público e atuar nas redes sociais podem ser decisivos para celebrar o dia 12 de junho com o bolso cheio. 

Uma das opções sugeridas pelo especialista em marketing e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Altair Camargo, é facilitar o processo de criação do mimo pelo namorado ou namorada. A ideia sobre o que fazer no negócio, no entanto, deve levar em consideração a habilidade do empreendedor, como bordar ou pintar.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Vender kits para o jantar do dia dos namorados já que restaurantes estarão cheios e muita gente prefere ficar, mas não sabe cozinhar. Quem sabe cozinhar pode fazer algo especial pensando em entrada, prato principal e sobremesa e comercializar para o casal, que fica apenas com o trabalho de esquentar a refeição no dia 12”, diz.                                                                                                   

Camargo acredita que serviços simples, como embrulhar presentes, também são uma boa aposta. Ele chama atenção para o baixo custo e alta possibilidade de retorno financeiro proporcionalmente, lembrando o preço dos insumos. Segundo o profissional, um papel de presente custa cerca de R$ 2, um carretel de fita sai por R$ 10 e o preço cobrado para os clientes pode ser de R$ 20 ou R$ 30. Ao incrementar com flores ou chocolate, o lucro sobe.

LEIA TAMBÉM

• Preço dos alimentos não para de subir e derruba poder de compra da população• Impacto financeiro do piso salarial da enfermagem acende alerta de hospitais• Mercado de segurança privada em Goiás contraria tendência nacional de queda

A precificação, ou seja, a determinação de quanto será cobrado por algo, deve ser maior do que os custos. Altair propõe preços maiores e menores para itens do mesmo gênero porque o consumidor tende a escolher o menos caro. “O ponto de partida é saber quanto vai gastar e saber quanto se quer ganhar em dinheiro. São vendidos o trabalho, o tempo e o dom”, frisa.

Na retomada da economia após o período mais crítico da pandemia, os pequenos negócios ganharam espaço. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae),  houve crescimento de 19,8% na abertura desse tipo de empresa em relação a 2020 com mais 3,9 milhões de empreendedores.

 

Confira dicas para lucrar em datas comemorativas:

1-Atualize a presença digital da sua empresa

2-Prepare-se com antecedência

3-Crie ofertas

4-Planeje a divulgação física e virtual

5-Prepare os vendedores e a equipe de atendimento

6-Atenção ao pós-vendas


Fonte: Cássia Godinho, consultora do Sebrae-SP, e Fernanda Bromfman, head de negócios para médias empresas do Google Brasil

 

Tags: