DIH apresenta homem que matou aposentado para roubar celular

O delegado da Polícia Civil Rômulo Figueiredo de Matos apresentou na manhã desta terça-feira (21) na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Thiago Rodrigues Morais, de 26 anos, acusado de cometer latrocínio contra Vicente Marques Lemes Rosa, de 52 anos, no setor Estrela Dalva, em Goiânia.

O crime aconteceu no dia 23 de maio enquanto o aposentado utilizava o celular em frente à casa de um vizinho para usar a internet wi-fi. Ao ser abordado, Vicente teria se recusado a entregar o celular ao assaltante.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo a o delegado, a vítima teria puxado o celular a mão do criminoso e ambos teriam disputado o aparelho em uma espécie de “cabo de guerra” e ao se virar de costas para o assaltante, o aposentado foi baleado por duas vezes e morreu no local. Ainda de acordo com Rômulo Matos, o celular que motivou o crime foi recuperado nas mãos de um terceiro, que havia comprado o aparelho de Thiago após ser anunciado no Facebook por 400 reais.

LEIA TAMBÉM

• Homem é preso por atacar vizinha com foice após briga por lixo, em Goiânia• Romário Policarpo é internado com alteração arterial• Goiânia terá internet 5G a partir do dia 16 de agosto

A Polícia Civil descobriu que Thiago vive da prática reiterada de crimes de roubos e faz parte de uma associação criminosa no Jardim Maysa, região noroeste de Goiânia e que tem uma extensa lista de passagens na Polícia por diversos crimes. A princípio o assaltante negou a culpa à Polícia. Em um segundo momento Thiago culpou dois amigos e por último, o criminoso confessou ter participação parcial no crime, dizendo que apenas emprestou a moto e a arma usadas no crime.

Em coletiva com a imprensa, Thiago Morais disse que é mecânico, que andava sempre armado, mas que não cometeu o crime de que está sendo acusado e negou todas as acusações.

Tags: