Home»Cotidiano»Dois irmãos confessam ter matado e decapitado homem no Jardim Primavera

corpo foi encontrado parcialmente enterrado e decapitado em um lote abandonado na noite da última terça-feira (22)

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado



Os irmãos Diego Antônio da Silva, de 19 anos, e um menor de 15 anos de idade, foram presos na noite desta quarta-feira (23). Os dois são autores confessos da morte de Adenílio Alves de Faria, cujo corpo foi encontrado parcialmente enterrado e decapitado no Conjunto Primavera, em Goiânia, na noite da última terça-feira (22).

Ambos já haviam sido identificados pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), como sendo os autores do crime, desde o início da manhã de ontem. Por essa razão, a especializada já havia solicitado ao Poder Judiciário mandados de prisão e apreensão pelo homicídio. Diego foi preso em flagrante pela Polícia Militar ontem, depois de cometer roubo uma chácara naquele mesmo setor. No ato da prisão, ele confessou o homicídio de Adenílio.

Na sequência, ambos apontaram o local onde haviam enterrado a cabeça da vítima. O motivo da morte seria porque Adenílio teria ameaçado o menor de idade, o qual também foi apreendido em decorrência do crime. Segundo a delegada Silvana Nunes, delegada titular da DIH, os crimes semelhantes (decapitação) registrados esse mês em Goiânia e região metropolitana, não possuem relação entre si.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!