Doses de Coronavac encalham após cumprimento de acordo com Ministério da Saúde

Entrega de 100 milhões de doses ao governo e dificuldade para negociar outras 15 milhões fazem centro de pesquisa paralisar a produção

O Instituto Butantan tem 15 milhões de doses de vacina contra covid encalhadas. O quantitativo foi produzido adicionalmente às 100 milhões de Coronavac encomendadas e entregues ao Ministério da Saúde. A expectativa do centro de pesquisa era repassar o montante extra à própria pasta, o que não ocorreu. Por isso, o local interrompeu a produção e trabalha apenas sob encomenda.

Uma alternativa para essas doses seria a exportação, mas não houve interesse de representantes no exterior. O governador de São Paulo, João Doria, havia requisitado 8 milhões de doses para aplicação em crianças.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O uso foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta semana, mas apenas para aquelas acima de 6 anos. As tratativas com o Ministério da Saúde foram retomadas para que as outras 7 milhões de doses sejam usada nos pequenos. Antes de assinar contrato com o Instituto, a pasta realiza um balanço do estoque de imunizantes e somente depois informará a decisão.

LEIA TAMBÉM

• “Posso ajudar muito mais sendo médica”, atesta Ludhmilla Hajjar• Imunização contra Covid, Influenza e Sarampo continua neste sábado,14, em Goiânia• Em mês de campanha contra doença, Ministério da Saúde monitora casos de hepatite em crianças

Tags: