Em missa de ação de graças, Caiado homenageia a Maguito Vilela

Missão que foi realizada em Goiânia acontece após um ano da morte de Maguito Vilela, e conta com a presença de Caiado.

Na noite desta quinta-feira (13), o governador Ronaldo Caiado participou de uma missa de ação de graças no Setor Oeste. A missa tinha como tema central a passagem de um ano da morte do ex-governador e prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela, que faleceu vítima das complicações da Covid-19.

O evento foi realizado na Igreja Ortodoxa de São Nicolau, em Goiânia. Durante a cerimônia, as autoridades presentes lembraram a trajetória do político, destacando seu legado e falando de sua projeção nacional.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O evento e a homenagem

“Nos deixa um legado que impõe aos governantes a responsabilidade de levar cidadania a todos os quadrantes de Goiás”, destaca Caiado.

Caiado ainda destacou o trabalho de Maguito como governador, destacando a “visão de entender os mais vulneráveis” que o emedebista apresentou na sua jornada como governador.

“A abrangência muitas vezes era de uma atuação na área social, mas ele saiu de uma prática que às vezes era apenas de um segmento do governo, de uma secretaria, para mostrar a necessidade de combater as desigualdades tanto pessoais, quanto regionais, envolvendo várias frentes”, explicou o governador.

Ainda sobre a história de Maguito como governador, Caiado destaca o reconhecimento que o prefeito tem diante dos moradores de regiões diversas do estado de Goiás.

“Agora mesmo no período das enchentes estive em Pouso Alto, em Campos Belos de Goiás, e a população dizia: o senhor é o segundo governador que vem aqui. O primeiro foi Maguito Vilela” argumentou Caiado.

Daniel Vilela, filho de Maguito e presidente do MDB em Goiás, e Flávia Teles, viúva do prefeito, se fizeram presentes no evento. Destacando o trabalho já feito por Maguito, ambos se juntaram a Caiado no destaque ao legado do falecido prefeito.

“Precisamos transformar isso numa saudade, em boas recordações, bons exemplos e seguir em frente. Dar sequência no exemplo de vida que ele deixou para todos nós”, destacou o Daniel.

Caiado e Daniel Vilela na missa de ação de graças / Foto: André Saddi

A morte Maguito Vilela

Maguito Vilela contraiu a Covid-19 durante a campanha eleitoral de 2020. O emedebista ficou 83 dias internado antes de falecer no dia 13 de janeiro de 2021, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Na época, o governador Ronaldo Caiado decretou luto oficial por três dias em Goiás, ao mesmo tempo em que determinou que fossem prestadas a Maguito Vilela todas as honras de Estado, em reconhecimento ao que o emedebista construiu em benefício do povo goiano.

Tags: