Em resposta à Coreia do Norte, EUA e Coreia do Sul disparam oito mísseis

Os mísseis balísticos foram lançados em conjunto no Mar do Japão

A Coreia do Sul, em ação conjunta com os Estados Unidos, lançou oito mísseis balísticos na manhã desta segunda-feira (6), no horário local. Os disparos foram uma resposta a testes de armas por parte da Coreia do Norte no último domingo (5), aumentando a tensão na região. O exercício durou dez minutos e aconteceu no Mar do Japão.

A ação de Coreia do Sul e EUA

O exercício conjunto de Coreia do Sul e Estados Unidos é mais um capítulo da saga de provocações entre os lados. Em maio, a Coreia do Norte disparou três mísseis balísticos ao mar. Um deles supostamente teria alcance intercontinental. Em resposta, sul-coreanos e estadunidenses também lançaram projéteis.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Após viagem do presidente norte-americano Joe Biden ao continente asiático, a Coreia do Norte lançou três outros projéteis no Mar do Japão, de acordo com os sul-coreanos. O presidente Yoon Suk-yeol tomou posse há menos de um mês e prometeu um posicionamento mais firme contra os vizinhos norte-coreanos.

LEIA TAMBÉM

• Cinzas do cão Shurastey, morto em acidente nos EUA, chegam ao Brasil• Enquanto Bolsonaro ataca, Estados Unidos elogiam modelo das eleições no Brasil• Pauta de Bolsonaro e Zelensky tem importações e adesão do Brasil em sanções contra Rússia

Neste fim de semana, Pyongyang lançou oito mísseis balísticos de curto alcance depois de exercícios conjuntos entre EUA e Coreia do Sul, os quais mobilizaram um porta-aviões. Por isso, estadunidenses e sul-coreanos decidiram revidar com sete mísseis asiáticos e um norte-americano, no Mar do Japão.

De acordo com o Estado-Maior Conjunto sul-coreano, os aliados lançaram mísseis terra-terra do sistema ATACMS contra alvos no Mar do Leste. A ação durou dez minutos. O Comando Indo-Pacífico dos Estados Unidos afirmou que o objetivo era demonstrar a capacidade de “responder rapidamente a momentos de crise”.

Estadunidenses e sul-coreanos possuem o receio de que a Coreia do Norte esteja se preparando para realizar algum tipo de teste nuclear.

Tags: