Empresa organizadora do Festival Lollapalooza Brasil é alvo de denúncia

Sindicato alega que técnicos terceirizados não têm qualificação profissional. Festival ocorre neste final de semana

Um boletim de ocorrências contra a empresa que organiza o festival Lollapalooza foi registrado nesta quinta-feira (24). A denúncia foi feira pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo (Sated-SP). O sindicato alega que os técnicos terceirizados não têm qualificação profissional, no entanto a Time For Fun (T4F) nega a acusação. O festival ocorre nesta sexta-feira (25), sábado (26) e domingo (27).

O Sated-SP disse ter proposto em uma reunião informal que a T4F assinasse um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), se comprometendo a assumir a responsabilidade de assistência aos trabalhadores e suas famílias caso algum deles se envolvesse em um acidente durante o evento. Porém, a empresa se recusou a assinar.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A T4F, afirma que as acusações do sindicato são infundadas. Conforme a organizadora, “exige que todas as empresas terceirizadas atuem dentro da legalidade, com respeito às normas trabalhistas, incluindo aquelas relativas à segurança e medicina do trabalho”.

LEIA TAMBÉM

• Goiás registra um estupro de criança ou adolescente a cada quatro horas• Número 2 da Caixa Econômica também é exonerado• Homem oferece chocolate para abusar de criança em Porangatu

Além da denúncia, Sated-SP também ingressou na última semana com uma ação judicial no Tribunal Regional de Trabalho da 2ª Região, pedindo cópia de contratos de trabalho e dos registros profissionais dos técnicos de som e iluminação envolvidos no evento.

Tags: