Empresário é preso suspeito de sonegação e receptação de bebidas, em Bela Vista de Goiás

Mais de 30 mil litros de aguardente foram recuperados durante Operação Concorrência do Mal

A Polícia Civil de Goiás, por intermédio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos a Cargas (Decar), e a Secretaria da Economia do Estado de Goiás, deram início nessa terça-feira, 08, à Operação Concorrência do Mal, com foco no combate ao comércio ilegal de produtos furtados de cargas ou com sonegações fiscais.

Vários levantamentos foram realizados, entre os meses de julho e agosto. A partir das investigações, foram identificados diversos estabelecimentos comerciais nos quais os empresários são suspeitos de negociar produtos de limpeza e bebidas alcoólicas fruto de subtrações de cargas e sonegação fiscal. As mercadorias eram vendidas abaixo do preço de mercado.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Durante a operação, um empresário foi preso em flagrante e mais de 30 mil litros de aguardente foram recuperados em Bela Vista de Goiás. O investigado responderá pelos crimes de sonegação fiscal e receptação.

LEIA TAMBÉM

• Região do Daia deve passar por melhorias a partir da próxima semana• Vídeo: Empresário de Anápolis suspeito de aplicar golpe de R$ 50 milhões é preso tentando fugir do país• Pai é preso por abusar de filhas durante 13 anos, em Bela Vista de Goiás

O comércio onde as bebidas eram vendidas abaixo do preço já estava com as atividades suspensas por conta de uma investigação da Decar. Entretanto, o empresário prosseguiu com as ações. Agora, as investigações da Operação Concorrência do Mal devem prosseguir até o final do ano.

Tags: