Empresários do ramo de frigoríficos roubavam cargas de cortes bovinos para a revenda

Um dos presos é de Goiânia

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas, deflagrou nesta quinta-feira, dia 4, a Operação Minotaurus, após oito meses de investigações iniciadas depois de um roubo de carga de cortes nobres de bovinos em Cocalzinho.

Na época, os criminosos capturaram o motorista e o ameaçaram de morte durante a permanência no cativeiro, que durou 12 horas. Todos os membros da associação foram identificados, dando origem a 2 mandatos de prisão temporária, 3 de prisão preventiva e 6 de busca e apreensão.

Quatro dos investigados foram presos no Distrito Federal, e um em Goiânia. Todos eles são empresários do ramo de frigoríficos no DF e possuem alta condição financeira. A Polícia Civil também descobriu que os investigados estão envolvidos com tráfico internacional de drogas e golpes bancários por meio de falsificações de documentos e uso de “laranjas”.

Foram apreendidas grandes quantidades de cocaína preparada para a venda, arma de fogo , três caminhonetes novas e dois caminhões para os crimes. Depois das subtrações de carnes nobres, a quadrilha emitia notas falsas e trocava a embalagem dos produtos.

Agora, os cinco homens responderão pelos crimes de associação criminosa, roubo, receptação e tráfico de drogas.

Tags: