Entidade fundada por padre Robson comprou mais de 50 fazendas

O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) atualizou os valores relacionados à movimentação na Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) nos últimos nove anos. A entidade é alvo da Operação Vendilhões, que apura desvio de R$ 120 milhões de doações feitas por fiéis.

Segundo reportagem do portal G1, entre entradas e saídas, a entidade movimentou R$ 2,2 bilhões. Conforme a promotoria, grande parte é fruto de 1,2 mil transações imobiliárias, como a compra de mais de 50 fazendas. Uma delas custou R$ 90 milhões.

Padre investigado 

Ao ser chantageado, o padre teria pago R$ 2,9 milhões aos chantagistas desviando verbas da Associação dos Filhos do Divino Pai Eterno (Afipe) A soma desviada gerou suspeita e deu-se início ao processo que desencadeou a operação de desvio das doações de fiéis.

 

 

Veja mais:

 

Exclusivo: boatos de casos amorosos do Padre Robson eram comuns em Trindade

 

Vídeo: Polícia faz buscas na casa do padre Robson

 

Vídeo: meme do Padre Robson circula na internet

 

Urgente: MP pediu prisão de Padre Robson

 

Padre Robson comprou até casa de praia com a Afip, diz MP

 

Hacker que extorquiu Padre Robson relatou ter um romance com ele, aponta decisão