Entrevista: número de incêndios sobe no estado de Goiás

Tenente Thyago Rodrigues, do corpo de bombeiros, explica o fenômeno

Nos últimos dias, quem mora em Goiás já deve ter percebido que os incêndios estão por todas as regiões do estado. Nesta época de seca, é comum, em decorrência do clima, que chamas comecem até de maneira natural no Cerrado.

É por isso que a Operação Cerrado Vivo é a mais longa do Corpo de Bombeiros de Goiás. “Ela dura o ano inteiro”, diz o Tenente Thyago Rodrigues, que falou ao Diário do Estado sobre o aumento significativo de queimadas nesta época do ano. O bombeiro explica que de fevereiro a junho, a operação tem atividade preventiva, justamente traçando planos de ação para a época mais alerta do ano.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Thyago conta que apesar do Cerrado ter tendência natural ao fogo, isso deveria ocorrer em períodos mais distantes, como de 3 em 3 anos, e não todos os anos. A partir disso, subentende-se que “os incêndios ambientais, em regra, são causados por ação humana“, conclui. Seja por situações de negligência, ou atitudes puramente criminosas.

“A nossa média é que estamos passando por 100 incêndios florestais no dia“, conta Thyago. “2.019 ocorrências foram só no mês de setembro”, adianta. O Tenente ainda responde o porquê de muitas pessoas ainda queimarem lixos, em pleno período de secas: “É um cidadão que não é parceiro da própria população”, e termina: “só me vem isso na cabeça”.

Assista à entrevista completa, cheia de outras informações:

Tags: