Jornal Diário do Estado

Estudante da UFG ganha prêmio internacional com pesquisa em Química

Projeto abrange desenvolvimento de sensores eletroquímicos através de impressão 3D e dispositivos microfluídicos para aplicações ambientais, forenses e clínicas

O doutorando Habdias de Araujo Silva Neto, do Programa de Pós-Graduação em Química da Universidade Federal de Goiás e bolsista do CNPq, foi agraciado pelo programa International Young Scientist Awards na categoria Young Scientist Awards em reconhecimento ao projeto de doutorado que vem desenvolvendo sob a orientação do Prof. Wendell Coltro. O projeto abrange o desenvolvimento de sensores eletroquímicos através da tecnologia de impressão 3D e dispositivos microfluídicos para aplicações ambientais, forenses e clínicas.

O International Young Scientist Awards é um Programa que reconhece os avanços de jovens cientistas nos mais diversos campos de conhecimento, tecnologia e inovação. Wendell Coltro explica que o prêmio é concedido aos melhores pesquisadores com idade inferior a 35 anos em reconhecimento à sua contribuição significativa para o avanço em sua área de especialização.

“A qualificação do candidato deve ser reconhecida e documentada por sucessos correspondentes em produção científica. Os premiados são nomeados por um painel transnacional de especialistas nas áreas aplicáveis, que consideram vários critérios, incluindo o impacto do trabalho, originalidade, importância e a eventualidade de desenvolvimentos futuros”, explicou.

O prêmio é dado anualmente em diferentes locais ao redor do mundo, proporcionando aos premiados uma oportunidade de interagir com outros cientistas jovens.

Segundo Habdias, ganhar algum dentre os vários prêmios do International Young Scientist é uma conquista significativa e uma prova de reconhecimento, fidelidade e benefícios do homenageado para a comunidade científica.