Estudantes criam aparelho que descontamina o ar e vencem olimpíada da UFG

Segundo um dos universitários, aparelho pode ser manuseado por qualquer pessoa

Três estudantes universitários venceram o 1º Ideathon IPE Lab da Universidade Federal de Goiás (UFG) com um dispositivo que descontamina o ar por meio de radiação ultravioleta. A competição avalia os melhores protótipos de soluções para problemas na área da saúde.

O grupo vencedor é formado pelo estudante de engenharia da computação Eduardo Silvestre Gonçalves, de 21 anos, o aluno de engenharia de controle e automação Thiago Teixeira, de 23, e a estudante de enfermagem Nathália Witkowski, de 27. Juntos, eles montaram um aparelho que elimina vírus e bactérias que circulam no ar por meio da luz ultravioleta.

Segundo Eduardo, o modelo já está pronto para ser utilizado. A intenção da equipe é regulamentar o uso do aparelho junto ao Inmetro e demais órgãos competentes para, em seguida, dar início a uma linha de produção. O produto final deve chegar ao mercado no valor de R$ 350. “Nosso objetivo é disponibilizar para toda a população. Por isso, desenvolvemos com peças totalmente seguras. Assim, o aparelho pode ser manuseado por qualquer pessoa”, explica.

Tags: