Ex-presidente do Uruguai José Mujica renúncia ao Senado

A pandemia adiantou a decisão do ex-presidente de 85 anos, devido a sua doença imunológica.

Nesta terça-feira, o ex-presidente uruguaio José Mujica renunciou do cargo no Senado. Ele se aposentou definitivamente da política, cumprindo o anúncio realizado em setembro de 2020. A pandemia adiantou a decisão do ex-presidente de 85 anos, devido a sua doença imunológica.

“Esta situação obriga-me, com grande pesar pela minha profunda vocação política, a pedir a renúncia à bancada que me foi concedida pela cidadania”, escreveu Mujica em carta lida nesta terça em sessão extraordinária do Senado. “A pandemia me expulsou”, completou.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Mujica foi aplaudido de pé durante agradecimento aos seus colegas e aos funcionários da Casa. De acordo com o ex-presidente, sua não “significa o abandono da política, mas sim o abandono da linha de frente”.

LEIA TAMBÉM

• Seleção Brasileira goleia o Uruguai e encaminha vaga para a Copa do Mundo• Droga embalada com rosto do Jogador Hulk é apreendida no Uruguai• Chile e Uruguai vacinam adolescentes a partir de 12 anos

“No meu jardim, há décadas não cultivo o ódio. Aprendi uma dura lição que a vida me impôs. O ódio acaba deixando as pessoas estúpidas”, disse o ex-presidente, que ficou preso por 13 anos durante a ditadura militar. “Passei por tudo nessa vida, fiquei seis meses atado por um arame, com as mãos nas costas, fiquei dois anos sem ser levado para tomar banho e tive que me banhar com um copo. Já passei por tudo, mas não tenho ódio de ninguém e quero dizer aos jovens que triunfar na vida não é ganhar, mas sim se levantar toda vez que cair”, acrescentou em discurso.

Enquanto votava as eleições locais no Uruguai, em setembro, Mujica antecipou sua decisão. “A política me encanta e não queria ir embora, mas a vida me encanta mais. E como estou para sair, trato de esticar os minutos que restam”, declarou.

Foto:Pablo Porciuncula / AFP

Tags: