Fachin pede para retornar a Primeira Turma do STF

O relator da Operação Lava Jato pediu sua volta após a saída do ministro Marco Aurélio Mello

Edson Fachin, o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), pediu para retornar à Primeira Turma do STF assim que o ministro, Marco Aurélio Mello, deixar o Tribunal em julho. Fachin atualmente faz parte da Segunda Turma do STF, onde tem sofrido uma série de reveses em julgamentos da Lava Jato. Caso isso aconteça, o ministro indicado pelo presidente Jair Bolsonaro fará parte da Segunda Turma. O pedido foi revelado pelo site G1 e confirmado pelo Estadão.

Segundo o STF, se o pedido for aceito por Fux, Fachin continuaria o relator dos processos da Lava Jato e levaria os casos para julgamento na Primeira Turma, atualmente formada por Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Rosa Weber, Alexandre de Moraes e Marco Aurélio.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O ministro fazia parte da Primeira Turma do STF e pediu a droga para a Segunda Turma após a morte em acidente aéreo do ministro Teori Zavascki, em janeiro de 2017. Depois que mudou para a Segunda Turma, Fachin foi sorteado e definido como novo relator da Lava Jato.

LEIA TAMBÉM

• Video: Moro é chamado de “juiz bandido” durante campanha em feira no Paraná• STF, STJ, TSE, TRE: conheça as siglas que mexem com a vida de todo cidadão• Pesquisa Quaest: 70% dos brasileiros não sabem o que é o STF

 

Tags: