Home»Celebridades»Famosas expõe estrias e incentivam autoestima feminina

Clipe "Vai malandra" de Anitta deu o ponta pé inicial

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Desde que o clipe de “Vai malandra” foi lançado, no ano passado, pode-se dizer que Anitta legalizou as celulites e outras marcas do corpo feminino. A cantora, que mostrou seu bumbum ao natural no vídeo, virou referência para centenas de mulheres, entre elas artistas que têm se mostrado como são, sem edição nas imagens compartilhadas. Na última semana, uma foto de Preta Gil assumindo suas marcas viralizou, assim como seu texto sobre autoestima, veja:

“Saibam que chegar no nível de amadurecimento e aceitação a que cheguei não foi fácil. Fomos massacradas por uma ditadura que nos dizia que era feio mostrar isso, que era feio não ter o corpo magro, e tantas outras imposições. Eu mesma caí nessa armadilha tão cruel, eu também tentei ser quem eu não era e paguei um preço alto. Mas, depois de 43 anos e de uma vida muito bem vivida, com muitas superações, muitas lutas e muito amor, eu consegui me libertar”.

Foto: reprodução

E aos Vinte e três anos mais nova do que a cantora, a atriz Giovanna Grigio, ex-“Malhação”, também mostrou suas estrias e chamou a atenção, afirmou que não esperava tanta repercussão. “Pude ver o quanto isso é uma questão para muita gente e fiquei feliz de saber que ajudei meninas a se aceitarem. Quando a gente se enxerga em alguém que admira, nossa autoestima e confiança aumentam”, ressalta.

Foto: reprodução

A atriz Amanda de Godói, também é fã das fotos ao natural. A mineira de 24 anos opina que a cobrança para que as mulheres tenham corpos perfeitos é cultural: “Nós fomos acostumadas a chamar nossas marcas de “imperfeições”. Ainda bem que isso está ficando pra trás. O corpo tem a nossa história. Cada um tem a sua singularidade, suas vivências e momentos que nos marcam na pele, no coração, e fazem ser quem somos. Nosso corpo é lindo do nosso jeito!”, afirmou.

Foto: reprodução/Amanda de Godói de maiô vermelho

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!