Jornal Diário do Estado

Fapeg, UFG e Funape assinam convênios que fortalecem a pesquisa em Goiás

Convênios vão viabilizar um laboratório pioneiro para o Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) e a criação do Centro de Computação de Alto Desenvolvimento (Cecad)

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape), assinaram dois convênios, nesta segunda-feira ,07, no Gabinete da Reitoria, no Câmpus Samambaia.

Os convênios vão viabilizar um laboratório pioneiro para o Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) e a criação do Centro de Computação de Alto Desenvolvimento (Cecad).

Robson Vieira, presidente da Fapeg, lembrou que a UFG foi decisiva no combate à pandemia da covid-19 e que agora terá condições de estar ainda mais preparada para ajudar o Estado a enfrentar problemas semelhantes.

“A Fapeg sempre busca projetos que realmente façam a diferença na sociedade”, afirmou.

RECURSOS

A vice-diretora do IPTSP, Megmar Carneiro, explicou que através do convênio será implantado o primeiro Laboratório Multiusuário com Ambiente Controle de Nível de Biossegurança 3 (NB3) de Goiás. Os recursos empregados na implantação serão de R$ 3,9 milhões.

Para ela, é um marco histórico e pioneiro, porque o laboratório vai promover pesquisas inovadoras aplicadas nas diferentes áreas do conhecimento, além de fortalecer aquelas que já vêm sendo realizadas no Instituto.

“Estamos falando de pesquisas sobre vacinas, testes para diagnósticos rápidos, buscas de novos fármacos, entre outros”.

CONVÊNIOS

Outra parceria, na ordem de R$ 16 milhões, prevê a criação do Centro de Computação de Alto Desempenho em Goiás, com a aquisição e instalação de um data center.

O local terá infraestrutura completa e redundante (Certificacão Tier3) de fornecimento de energia elétrica ininterrupta e de refrigeração de precisão que comporte um sistema de HPC de grande porte.

Segundo o coordenador do Laboratório Multiusuário de Computação de Alto Desempenho da UFG (LaMCAD), Herbert de Castro Georg, o data center vai apoiar pesquisas que precisam de computação de alto desempenho, não apenas na área de Exatas.

“Será um centro com condições de apoiar não apenas Goiás, mas todo o Centro-Oeste brasileiro. Agora fica a responsabilidade nossa de fazer isso virar uma alavancagem em termos de pesquisas e desenvolvimento na região”.

LEGADO

A diretora executiva da Funape, Sandramara Matias, destacou que as duas demandas eram antigas e necessárias, por isso afirmou que é motivo de satisfação da Fundação fazer parte da realização de projetos tão importantes.

“Aqui se está fazendo história. O que está sendo feito hoje não é para um instituto, uma universidade, é para toda a sociedade devido aos benefícios que serão gerados no futuro”, destacou a reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima.

Também participaram da assinatura dos convênios o vice-reitor Jesiel Carvalho; a pró-reitora de Pesquisa e Inovação, Helena Carasek; a pró-reitora adjunta de Pesquisa e Inovação, Fabíola Fiaccadori; o coordenador de pesquisa do IPTSP, André Kipnis; e o coordenador de Planejamento e Gestão do IPTSP, Álisson Pereira dos Santos.