Festa com Gusttavo Lima é cancelada pelo STJ e prefeitura ironiza: ”Mais fácil o mundo acabar”

Decisão ocorreu pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) neste domingo, 5. Festa teria superado o valor de R$ 2 mil

Na tarde deste domingo, 5, o Supremo Tribunal da Justiça (STJ) suspendeu a realização da XVI Festa da Banna, realizada em Teolândia (BA). A organização do evento, que contaria com o show de Gusttavo Lima por R$ 704 mil, ironizou a decisão da Corte pelas redes sociais e disse que seria ”mais fácil o mundo acabar” do que o sertanejo não se apresentar.

A festa foi uma das contratações do cantor sertanejo que entrou na mira do Ministério Público pelo alto valor investido em contratações em municípios com poucos habitantes.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A Prefeitura de Teolândia teria investido mais de R$ 2 milhões na festa, dinheiro que supera o valor recebido pelo município para reconstruir a estrutura da cidade após fortes chuvas que a afligiram no fim de 2021.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Prefeito de Vianópolis anuncia cobrança de ingressos no Rodeio Show• Vídeo: Fã rouba colar de Gusttavo Lima durante show• Gusttavo Lima é condenado por vazar número de mulher em música

Irônia nas redes sociais

”Hoje tá sendo mais fácil o mundo acabar que o Gusttavo Lima não se apresentar na Festa do Banana. Cheguem Cedo”, avisou a organização do evento nas redes sociais, mesmo após decisão do STJ. A publicação, porém, foi pagada e substituída por outra mensagem: “Com muita tristeza, comunicamos o cancelamento da festa de hoje!”.

Apesar da prefeitura ter conseguido recorrer a decisão do Tribunal de Justiça do estado para realizar o evento, o ministro Humberto Martins, presidente do STJ, proibiu a realização.

“Cuida-se de gasto deveras alto para um município pequeno, com baixa receita, no qual, como apontado pelo Ministério Público da Bahia, o valor despendido com a organização do evento chega a equivaler a meses de serviços públicos essenciais”, apontou o magistrado.

A prefeita da cidade, Rosa Baitinga, do Progressistas, chegou a afirmar que trazer um show de Gusttavo Lima era um sonho pessoal. Ao conseguir autorização para que a festa fosse realizada, a gestora comemorou nas redes sociais. “Ninguém consegue derrotar aquele que Deus escolheu para vencer. Deus é justo! Deus sonda e conhece o meu coração”, publicou.

Depois de ter feito discurso ao público que foi até o local do show, a prefeita publicou uma nota nas redes sociais onde afirma que ”lutou com todas as suas forças para a realização da festa utilizando-se dos instrumentos legais”, mas que respeitará a decisão judicial.

Rosa ainda ressaltou que o descumprimento traria prejuízos financeiros, ”em razão da previsão de pagamento de multas estabelecidas”.

Confira o comunicado:

A Prefeita do Município de Teolândia, vem a público informar que após a decisão judicial do Juízo da Comarca de Wenceslau Guimarães suspendendo a festa, não poupou esforços, conseguindo em tempo recorde, uma decisão junto ao Tribunal de Justiça do Estado da Bahia que que permitia a realização da XVI Festa da Banana, conforme noticiado na imprensa e redes sociais.

Entretanto, nesta tarde, foi surpreendida com uma decisão do Superior Tribunal de Justiça, restabelecendo a decisão originária que determina a suspensão da evento.

Diante desse cenário, a Prefeita ressalta que lutou com todas as suas forças para a realização da festa utilizando-se dos instrumentos legais, entretanto como é recorrente, a administração sempre respeitou as decisões judiciais, esclarecendo ainda, que eventual descumprimento, por certo trará prejuízos, econômicos e
financeiros, em razão da previsão de pagamento de multas estabelecidas na decisão.

Dessa forma, em respeito ao Poder Judiciário, não resta outra alternativa, senão acatar a decisão judicial e suspender o evento, agradecendo a compreensão do povo de Teolândia e das pessoas que sempre prestigiaram a nossa Festa da Banana.

Um abraço a todos.

Tags: