Jornal Diário do Estado

Festa de casamento é interrompida após incêndio em Rio Verde

Fogo foi controlado por um bombeiro que, coincidentemente, era um dos convidados do evento

Uma festa de casamento quase se tornou um pesadelo para os noivos. Um incêndio interrompeu a celebração que acontecia em Rio Verde, no interior de Goiás.  O salão de eventos abrigava cerca de 500 convidados. Por coincidência, o fogo foi contido rapidamente com a ajuda de um soldado do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO) que estava no local como convidado da cerimônia.

Em entrevista ao G1, o membro da corporação, Rodolfo Nunes, disse que estava acompanhado da esposa na festa de comemoração do casamento de um amigo quando os garçons avisaram sobre um “incidente” na cozinha, pedindo que os convidados se retirassem do salão. De acordo com ele, tudo aconteceu uma hora após o início do evento.

Rodolfo relata que chegou a sair do espaço com a esposa, mas voltou para descobrir se poderia ajudar, já que possui treinamento específico para situações de emergência. “Quando eu cheguei na cozinha, já estava pegando fogo. Um botijão de gás já estava pegando fogo e tinha outro vazando gás lá dentro da cozinha”, afirma relembrando que dois fornos do ambiente haviam sido atingidos.

Ainda para o jornal, o soldado disse que dois brigadistas também estavam presentes no evento. Segundo ele, o fogo pôde ser contido com rapidez porque o local da festa estava dentro das normas exigidas pelo Corpo de Bombeiros, portanto contava com os instrumentos necessários para combater um incêndio, possibilitando que ninguém ficasse ferido.

Ele relata que ajudou os brigadistas e fez o resfriamento, uma vez que havia perigo de uma explosão encerrar de uma vez por todas a noite de comemoração. “Como não dava para retirar os botijões para fora, nem cortar o gás, porque nem tinha mais registro, o que eu pensei foi ficar resfriando e observando, com medo do fogo pegar no teto e chegar no salão principal, porque tinha muito material combustível na decoração”, continuou.

O Corpo de Bombeiros chegou rapidamente ao local e controlou a situação. Entretanto, Rodolfo ressaltou que sem a ação rápida promovida pelos brigadistas e militares, poderia ocorrer uma explosão. Com tudo resolvido, a festa foi retomada após o susto.