Forças de segurança de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconha

Forças de segurança apreendem e desarticulam associação criminosa especializada no tráfico internacional de drogas.

Uma operação integrada entre as forças de segurança de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendeu 2,5 toneladas de maconha, neste domingo (17). A droga, oriunda da cidade de Capitan Bado, no Paraguai, seria distribuída em Goiás e no Maranhão. A carga foi apreendida em Ponta Porã (MS). Ao todo, quatro pessoas foram presas em flagrante. O entorpecente está avaliado em R$ 2,5 milhões.

Segundo o Comandante do Graer, Tenente Coronel Ricardo Ferreira de Bastos, assim que os carregamentos entraram no Brasil, passaram a ser monitorados.“No momento em que foi realizada a abordagem, eles já estavam descarregando a droga dos veículos para ficar um tempo em uma casa e posteriormente ser distribuída”, disse.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Drogas encontradas em carro / Foto: polícia civil
LEIA TAMBÉM

• Após estuprar e matar mulher, adolescente pede resgate de R$250 para família• Procon Goiás apreendeu dois quilos de alimentos vencidos por hora, em 2022• Usuário de drogas tem moto roubada e denuncia traficantes, em Goiânia

O grupo criminoso já era monitorado pelo serviço de inteligência da PM-GO. “Nós tivemos as informações desse carregamento porque um dos criminosos já havia sido preso aqui em Goiás, em 2017, por tráfico e associação para o tráfico. A partir daí, nós compartilhamos com a Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, que nos apoiou nessa operação”, assim explicou o Tenente.

Facção criminosa

Ao todo, quatro pessoas foram presas em flagrante. Os suspeitos (dois brasileiros e dois paraguaios) eram integrantes de uma facção criminosa. Eles foram levados, junto aos entorpecentes e os dois veículos usados no crime, à Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã (MS). Os quatro foram autuados pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.

Veículos utilizados por quadrilha para transporte das drogas / Foto: polícia civil.

A ação integrada contou com a participação da Polícia Militar de Goiás (PMGO), por meio do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O trabalho também teve apoio de equipes do Serviço Aéreo do Estado de Goiás (Saeg) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul (PMMS).

Tags: