Jornal Diário do Estado

Funcionária que matou cadela por agressão responderá por maus-tratos

Tutora do animal clama por justiça e diz que só vai descansar quando os culpados pagarem por isso. O caso ocorreu no dia 17 de junho

A funcionária que agrediu uma cadela até a morte em um pet shop pode responder pelo crime de maus-tratos, aponta o laudo divulgado pela Polícia Científica. O caso ocorreu no dia 17 de junho, no N Pet ‘s, localizado no Jardim América. O animal chegou a receber o atendimento médico veterinário, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a delegada e chefe do Grupo de Proteção Animal da Polícia Civil de Goiás (PCGO), Simelli Lemes, a polícia teve acesso à perícia da necropsia, análise das imagens de câmera de segurança e ao relato das testemunhas. No entanto, a investigação ainda não foi totalmente concluída.

“Ela [a funcionária] está sendo investigada por crime de maus-tratos qualificado pela espécie canina e causa de aumento pelo resultado da morte, com pena de até cinco anos, podendo aumentar até 1/3 pela morte”, informou Simelli.

A tutora da cadela, Josineuma Dantas, informou que vai aguardar a conclusão da investigação para tomar medidas legais. Ela clama por justiça pela Luma e diz que só vai descansar quando os culpados pagarem por isso. “Já foram comprovadas as agressões, então a esperança é que a investigada seja presa o quanto antes”, alega.

Ainda de acordo com a tutora,  Luma foi cremada nesta terça-feira, 27, e receberá as cinzas dela na próxima quinta-feira, 29. “Ela estava com a gente desde os 45 dias de vida e completaria três anos em agosto”, destaca.

Relembre o caso

Uma cadela da raça shih-tzu foi espancada por uma funcionária de um pet shop durante a secagem pós-banho. Toda situação foi gravada por câmeras de segurança do local e mostram a prestadora de serviço, Laurice Damasceno, dando socos, empurrões e enforcando a cachorrinha . Ainda no vídeo divulgado é possível identificar uma outra funcionária, Tatiana Fragoso, na mesma sala. A colega estava tomando conta de um outro cachorro enquanto ocorrem as agressões. 

Confira o vídeo da cadela sendo maltratada: 

Nota da N Pet’s

A Empresa N Pet’s, por voz de sua proprietária, em razão do acontecimento no dia 17/06, manifesta repúdio ao lamentável episódio ocorrido com a cachorrinha Luma, vítima da ação brutal da prestadora terceirizada de serviços de banho e tosa, no qual cometeu ação de maus tratos durante o banho e secagem. Diante do triste evento, a prestação imediata de socorro foi providenciada, no entanto, a fatalidade não pode ser revertida, e Luma veio a óbito.

A Empresa REPUDIA qualquer ação que cause dor, sofrimento ou lesões a qualquer ser vivo, e por isso, fez questão de encaminhar-se às autoridades policiais e denunciar o ocorrido, prestando todas as informações e imagens necessárias para que seja feita justiça pela crueldade praticada.

Todos os animais merecem ser tratados com dignidade, cuidado e respeito, independentemente da sua condição ou espécie. De modo que a N Pet’s jamais compactuará com o desrespeito desses valores. A N Pet’s sempre priorizou o compromisso ético e a responsabilidade social, norteando os atos com objetivo de respeitar e preservar a vida.

A proprietária reafirma que repudia toda e qualquer tipo de maus tratos contra animais, seja por ação ou omissão, como fez por toda a vida profissional com os pets que esteve sob seus cuidados. Assim, devido a esse lamentável e inaceitável episódio foram encerrados imediatamente o contrato com a prestadora de serviço que ocasionou a morte da cachorrinha Luma, bem como com toda a equipe, para reformulação de todo quadro dos prestadores de serviços. Além de estarem sendo maximizadas as medidas de monitoramento e acompanhamento durante os serviços, tanto pela empresa como pelos tutores.

A N Pet’s está tomando todas providências legais, e continuará a colaborar com todas as formas possíveis ao seu alcance para que a responsável seja punida.

Por fim, a empresa manifesta publicamente solidariedade à tutora da Luma, estando consternada pelo ocorrido, reafirma-se que estamos juntos em busca de JUSTIÇA PELA LUMA!