Funcionários da RedeTV entraram em greve nesta terça-feira (31)

Os trabalhadores são registrados como radialistas, ainda mesmo que boa parte não desempenhe essa função.

Por Ítallo Antkiewicz

 

Funcionários da emissora confirmaram, em assembleia realizada na tarde de dessa segunda-feira (30), que entrarão em greve, segundo o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, os trabalhadores são registrados como radialistas, mesmo sem desenvolver as funções da categoria. Os funcionários também alegam não receber reajuste ou abono há quatro anos.

 

A entidade também acusa a RedeTV de reduzir os salários de seus empregados em 25% durante oito meses de 2020 por meio do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, mesmo com as demonstrações “notórias e públicas” de ganhos publicitários nos últimos três anos.

Em sua defesa, a emissora afirmou que a decisão foi tomada sem a participação da maioria dos colaboradores. “A RedeTV lamenta que o Sindicato tenha realizado assembleia na qual não estava presente a maioria de seus milhares de colaboradores para decretar o estado de greve. Isso prejudica o trabalho dos demais colaboradores que não concordam ou apoiam tal movimento”, diz um comunicado enviado pela empresa ao UOL.

Tags: