Home»Cotidiano»Gabinete de Políticas Sociais vai a dez municípios avaliar estrutura de escolas e CRAS

A equipe fará um levantamento mais aprofundado dos aspectos socioeconômico, cultural, financeiro e educacional das famílias que apresentaram os indicadores mais preocupantes

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

Nesta quinta-feira (21), uma equipe formada por técnicos das Secretarias Estaduais da Educação e de Desenvolvimento Social partirão rumo aos dez municípios goianos considerados os mais vulneráveis pelo Índice Multidimensional de Carência das Famílias de Goiás (IMCF).

A iniciativa, que faz parte das primeiras ações planejadas a partir do Gabinete de Políticas Sociais do Governo de Goiás, tem o intuito de reverter o cenário de desigualdades detectadas por meio de um amplo estudo organizado pelo Instituto Mauro Borges (IMB).

A visita aos municípios de Cavalcante, Colinas do Sul, Amaralina, Teresina de Goiás, Monte Alegre de Goiás, Montividiu do Norte, Santa Terezinha de Goiás, Campinaçu, Heitoraí e Matrinchã, foi acertada nesta quarta-feira, 20/2, durante reunião entre a secretária Fátima Gavioli e o secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral. “Essa parceria que estamos discutindo hoje será muito importante, e a tendência é de que traga frutos bem positivos, pois não há desenvolvimento social sem passar pela educação”, destacou Fátima Gavioli.

Durante o período em que permanecer na região, a equipe fará um levantamento mais aprofundado dos aspectos socioeconômico, cultural, financeiro e educacional das famílias que apresentaram os indicadores mais preocupantes no IMCF. Entre as ações previstas, estão a avaliação in loco da situação das escolas estaduais, municipais e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Na área da educação, as políticas públicas terão como enfoque principal o combate à evasão escolar, reprovação e analfabetismo.

Ações nesse sentido contarão com o apoio de diversas instituições parceiras, como institutos e fundações, conforme adianta a secretária Fátima Gavioli. “Nós vamos envolver parceiros de todas as partes do país que queiram ajudar a transformar a realidade desses municípios e dessas famílias que necessitam do apoio e da presença do poder público para conquistarem uma qualidade de vida melhor.”

 

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!