Home»Cotidiano»Goianão: Iporá brilha, Crac afunda e Itumbiara deixa degola
0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A noite de quarta-feira, 29, foi repleta de emoções no futebol goiano. A 13ª rodada do Goianão complicou o Crac, deixou o Iporá próximo da salvação e expôs as deficiências de Goiás e Atlético.

A rodada começou com um jogo num horário incomum. Às 17h30, Anápolis e Rio Verde iniciaram o duelo no estádio Mozart Veloso do Carmo para tentar se distanciar da zona de rebaixamento. Nenhum dos dois conseguiu.

O Verdão do Sudoeste até saiu na frente, com um gol de André Luis aos 33 da primeira etapa. A alegria, porém, durou pouco. Cinco minutos mais tarde, Felipe Baiano anotou para o Galo da Comarca deixou tudo igual e complicou a vida do Alviverde, que entrou na zona da degola.

Um respira… outro afunda

Quem mandou o Rio Verde para a zona de rebaixamento foi o Itumbiara. O Gigante do Vale foi a Catalão para uma partida de vida ou morte contra o Crac. Quem vencesse, poderia deixar o Z-2. O derrotado ficaria muito próximo do rebaixamento à Divisão de Acesso de 2018.

Depois de um primeiro tempo sem nenhuma emoção, o Leão do Sul voltou determinado na etapa final. Contudo, foi ineficaz nas finalizações, desperdiçando, pelo menos, três boas chances de gol. Melhor para o Tricolor, que aproveitou três contra-ataques fulminantes, venceu por 3 a 0, saiu da agonia e afundou o Crac. Mateus Magro, Vanílson e Nandinho fizeram os gols.

Deficiências

A rodada também serviu para mostrar a fragilidade das equipes de Goiás e Atlético. Jogando no Olímpico encharcado, o Dragão sofreu para conseguir um ponto diante da líder Aparecidense. Os comandados de Marcelo Cabo saíram atrás, após Aleilson balançar as redes de cabeça, mas buscaram o empate com Roger Carvalho, que aproveitou rebote em cruzamento.

O Rubro-Negro ficou com um a menos ainda na primeira etapa, quando Silva foi expulso. Se virasse o jogo, o Atlético poderia garantir a classificação às semifinais. Na volta do intervalo, porém, o Dragão parecia mais preocupado em segurar o empate do que vencer. Melhor para a Aparecidense, que abriu três pontos na liderança geral do Goianão.

Para isso, o Camaleão contou com a ajuda do Iporá. Em seu primeiro jogo contra o Goiás, o Lobo Guará fez história. Difícil de ser batido na Serrinha, o Esmeraldino mostrou que precisa melhorar muito para conseguir retornar à Série A. O time comandado pelo interino Sílvio Criciúma perdeu por 2 a 1 e irritou os pouco menos de 1.000 torcedores que foram ao estádio.

O Iporá fez uma atuação consistente e foi beneficiado por um gol logo aos dois minutos, quando o garoto Vinicius Leite aproveitou a bola pingando na área e completou para a rede. O segundo veio em um contra-ataque rápido, com Paulo Henrique finalizando e abrindo 2 a 0 aos 13 da etapa final. No fim, Everton Sena ainda diminuiu para o Goiás, mas não foi suficiente para evitar o revés.

DE

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!