Jornal Diário do Estado

Goiânia: hemocentro faz ação contra homofobia

A ação ocorre um ano após a decisão do STF que acabou com as restrições de doação de sangue por homossexuais

O Hemocentro de Goiás celebra, na próxima segunda-feira (17), o Dia Internacional de Combate à Homofobia com uma ação de coleta externa de sangue na Praça do Trabalhador, em Goiânia. A iniciativa ocorre em parceria com entidades LGBT após um ano da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que acabou com a restrição de doação de sangue por homossexuais.

Para a diretora-técnica da Hemorrede, Ana Cristina Novais, a extinção da restrição ampliou a captação de doadores. Segundo ela, doações de sangue são necessárias e não se pode “confundir uma mudança de critério com falta de segurança nas etapas de doação e no processamento do sangue”. “Seguimos critérios rigorosos na triagem, por isso, podemos receber sangue de qualquer pessoa, independentemente de sua orientação sexual”, declarou Ana Cristina.

Já Fabrício Rosa, membro da Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública (Renosp) LGBTQI+ e um dos organizadores do evento, afirma que, antes da decisão do STF, “muitos homossexuais passavam por constrangimento ao tentar doar sangue” e que a coleta de segunda-feira servirá para doar sangue a quem precisa.