Jornal Diário do Estado

Goiânia recebe feira de discos de vinil, com muita música e várias atrações

Evento está na segunda edição e vai reunir 14 expositores da capital, Brasília e São Paulo, com itens para colecionadores e novidades

Nostalgia e boa música é o que a galera deve encontrar na tarde deste sábado, 13, no Centro Cultural Martim Cererê, no Setor Sul, em Goiânia, com a segunda edição da Vinillândia – Feira Nacional de Vinil.

O evento, que começa às 15h, vai reunir 14 expositores da capital, de Brasília e São Paulo, que vão oferecer milhares de ‘bolachões’ de todos os tipos, idades e para os gostos mais variados.

A oportunidade é mesmo única para os fás dos vinis. Segundo a organização, haverá discos novos e usados, nacionais e importados, assim como várias raridades e alguns relançamentos para quem quer enriquecer a coleção ou apenas ver de perto itens tão interessantes.

Mas, não para por aí. Além da viagem no tempo, o visitante ainda terá momentos de descontração com apresentações musicais com os DJs Pridjey, Coletivo Odara, Ivan, Giras, Gordogroove, Glauco Brandão e Pafa.

A grande sacada é que a discotecagem terá – o que faz todo sentido – a utilização apenas de vinis, as estrelas da tarde-noite. O repertório promete diversidade, com sets que partem da MPB e passa pelo pop, black music, o bom e velho rock and roll, heavy metal e punk.

Outras atrações

A Feira Nacional de Vinil terá espaço também para pequenos comércios, como brechós de roupas, além de área de alimentação com jantinhas especiais, espetinhos e hambúrgueres.

Sim, é claro, não vai faltar aquela cerveja especial, que compõe muito bem o cenário de diversão e cultura proposto pelo evento, organizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) do governo de Goiás.

E tudo isso com entrada franca!