Jornal Diário do Estado

Goiás conquista melhor resultado da história em Ranking de Competitividade dos Estados

Em 7º lugar, Estado sobe duas posições na comparação com 2022 e se destaca com avanços em potencial de mercado, capital humano e infraestrutura;

Goiás é destaque nacional em competitividade no setor público, ocupando a sétima posição no Ranking de Competitividade dos Estados, divulgado nesta quarta-feira, 23, em Brasília (DF). Com subida de duas posições em relação ao ano passado e avanço por três anos consecutivos, Goiás recebeu o ‘Prêmio Destaque Crescimento’. Este é o melhor resultado do estado desde 2016, quando o levantamento foi reformulado e passou a seguir os atuais parâmetros. O ranking é elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), uma das maiores entidades não governamentais do país na área de gestão pública.

Durante solenidade de apresentação dos dados, o governador Ronaldo Caiado dividiu o mérito da conquista com os servidores públicos estaduais e agradeceu pelo trabalho executado em todos os órgãos e unidades. “Nossos secretários e servidores têm o mesmo sentimento, o mesmo desejo de melhorar a qualidade de vida dos 7 milhões de goianos. Quando se governa com seriedade, os servidores acreditam no que fazem e é possível atingir esse patamar tão importante”, comemorou.

Em 2022, Goiás estava na nona posição geral. Este ano, obteve avanços em cinco dos dez pilares avaliados e figura no top 10 em oito deles. A administração estadual avançou 17 posições no pilar Capital Humano, 11 posições em Infraestrutura, sete em Potencial de Mercado, quatro em Eficiência da Máquina Pública e três em Solidez Fiscal, o que garantiu, pela primeira vez na história, a sétima posição geral entre as unidades da federação.

Na avaliação do governador, o ranking será uma importante ferramenta para tomada de decisão e ajustes nos pilares que necessitam de atenção. “Será um divisor de águas. A partir de agora, cada servidor de cada secretaria poderá analisar cada pilar e trabalhar para que, ano que vem, tenhamos condição de melhorar ainda mais”, explicou. Segurança Pública, Inovação, Educação e Sustentabilidade Ambiental são os pilares em que houve ligeira regressão no ranking.

O especialista Camillo Fraga, do grupo Houer, parabenizou Goiás pelo desempenho. “O estado subiu em cinco dos 10 pilares e agora é o primeiro do país em Potencial de Mercado. Subiu pelo terceiro ano consecutivo nas posições gerais, chegando agora na sétima. Parabéns! O interessante do ranking é continuar buscando crescimento e competir é bom por isso”, afirmou.

Ranking

O Ranking de Competitividade dos Estados avalia as 27 unidades federativas, a partir de 99 indicadores, distribuídos em dez pilares temáticos considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação.

O levantamento foi apresentado durante o 12º Congresso Consad de Administração Pública, evento que prossegue até o dia 24 de agosto, em Brasília, com programação composta por mais de 30 palestras direcionadas a um grupo de aproximadamente 5 mil inscritos. Além de Caiado, os governadores Gladson Cameli (Acre), Raquel Lyra (Pernambuco), Mauro Mendes (Mato Grosso) e Helder Barbalho (Pará) acompanharam a cerimônia, entre outras autoridades.