Goiás deve registrar mínima de 8º C nesta quinta-feira; veja cada região

Temperaturas despencam com chegada de massa de ar polar que deve permanecer até sexta-feira (4)

A partir desta quinta-feira (05), a friaca começa a se tornar comum em Goiás. O estado tem previsão de mínima de 8º C na região Sudoeste. As temperaturas mais baixas comuns a esse período devem vir acompanhadas de pancadas de chuvas em áreas isoladas. A explicação para a virada no tempo é uma massa de ar polar que avança pelo Brasil.

As cidades onde o frio deve ser mais intenso são Jataí e Mineiros com 10º C. Na capital, os termômetros devem marcar de 16ºC a 29ºC e o sol deve aparecer entre nuvens, além de chuva fraca em alguns pontos. O período seco deve começar com mais força a partir da segunda quinzena de maio e se manter até meados de outubro. 

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“O prognóstico é de bastante friozinho para amanhã e sexta, embora na região sudoeste do estado ele dure um pouco mais. O frio mais intenso mesmo deve surgir a partir da segunda quinzena deste mês”, afirma o gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), André Amorim. 

LEIA TAMBÉM

• Suspeito de seis homicídios, jovem de 18 anos é preso em Goiânia• Corpo do filho de Ronaldo Caiado será cremado na tarde deste domingo, 3• Vítima de atropelamento pelo ex, mulher deixa Espanha e volta a Goiânia

Confira a previsão do tempo para o estado de Goiás

Fonte: Cimehgo

 

De forma geral, segundo ele, maio terá amplitudes térmicas com manhãs mais frias, termômetro marcando altas temperaturas durante o dia e umidade relativa do ar baixa à tarde. 

Nos últimos dois meses, a média de chuvas ficou bem abaixo da média esperada, conforme dados do Cimehgo. Pior do que o calorão,  menos chuvas antes do fim do período em que deveriam ocorreram representa prejuízo para a agricultura. Elas podem surgir esporadicamente para amenizar a temperatura, mas não chegarão a resolver problemas de estiagem ou minimizar focos de queimadas.

 

Tags: